Home / Conteúdos / Artigos / Ampla vitória de Evo

Ampla vitória de Evo

Chefe da missão de observadores do Mercosul no Bolívia, Dr. Rosinha registrou que a vitória do presidente Evo Morales no último domingo (25/1) praticamente reproduziu o mesmo percentual de votos registrado em agosto de 2008. “Foi uma vitória ampla e inquestionável.”

Com 99,8% das urnas apuradas, o “sim” ao texto da nova constituição do país vence com 61,5% dos votos, contra 38,5% do “não”. A diferença, de 23 pontos percentuais, equivale a quase 770 mil votos. Mais de 90,2% dos 3,9 milhões de eleitores cadastrados compareceram às urnas.

Cerca de 80,7% do eleitorado boliviano também decidiu que as novas propriedades rurais não podem superar o tamanho de 5 mil hectares.

Em agosto de 2008, Morales obteve apoio de 67,4% dos eleitores no referendo que poderia ter revogado o seu mandato —quase 14 pontos percentuais acima do resultado obtido por ele próprio nas eleições de 2005.

A apuração dos votos do referendo na Bolívia, em tempo real:
http://www.cne.org.bo/ResultadosRNC2009/wfrmConstituyente.aspx

 

Veja também

As eleições de 2018 e os desafios da esquerda | Raul Pont

"Não há mais condições de rompermos a crise do sistema eleitoral e partidário sem apontarmos para a sociedade a formação de um bloco sólido, plural, mas unificado em torno de um programa comum que a população se identifique. A eleição precisa ter o caráter pedagógico da identidade com um programa, um projeto de longo prazo, animado por uma Frente política ampla mas com uma coerência programática e objetivos comuns", defende Raul Pont.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook