Home / Conteúdos / Notícias / Ativo de Negras e Negros da DS reúne 70 militantes na Bahia

Ativo de Negras e Negros da DS reúne 70 militantes na Bahia

175652Por Clédisson Junior *

Nos dias 10 e 11 de março foi realizado em Salvador o Ativo de Negras e Negros da Democracia Socialista. O evento ocorreu na sede do sindicato dos trabalhadores em saneamento – SINDAE – e contou com a presença de mais de 70 militantes de diversos estados.

O Ativo teve como objetivo a atualização programática da tendência, no que diz respeito ao papel da militância negra na construção partidária a partir da atual fase da luta de classes.

Entre os principais encaminhamentos tirados pelo ativo está implementação da escola nacional de formação antirracista que instrumentalizará toda a militância da DS, negra e não negra quanto às tarefas da revolução democrática a partir de sua dimensão antirracista.

Outro importante encaminhamento foi a definição pela candidatura do atual secretário de combate ao racismo do PT-BA, Nei Pires à Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PT.

Painéis

Na manhã de sábado (10) foi realizada a abertura e o primeiro painel, que contou com a presença do companheiro Clédisson Júnior – membro da coordenação nacional da tendência – que apresentou o texto base.

Na seqüência, o companheiro Jorge Nascimento – militante do MNU – falou sobre os processos históricos de organização política dos negros e negras, a formação do movimento negro unificado e a importância da militância do MNU na construção do PT. Para Jorge Nascimento a retomada da relação do partido com o movimento negro é estratégica no sentido de garantir maior unicidade nas lutas que dizem respeito à construção de um modelo de sociedade alternativo ao capitalismo.

No período da tarde foram realizados mais dois painéis. O primeiro composto pelo companheiro Gilmar Santiago – vereador pelo município de Salvador – que apresentou a importância das políticas publicas para a promoção da igualdade racial. Também compôs este painel a secretária nacional da juventude trabalhadora da CUT, Rosane de Souza, que falou sobre a realidade dos jovens negros no mundo do trabalho. O painel contou ainda com a presença da companheira Liliane Oliveira, diretora de mulheres da UNE, que apresentou as perspectiva da luta feminista a partir das mulheres negras e do ilustre companheiro Sergio São Bernardo, do PT da Bahia.

O ultimo painel foi composto pelo secretário de combate ao racismo do PT-BA, Nei Pires, pelo companheiro Jorge Sena, membro do coletivo nacional de combate ao racismo do PT e pelo professor da UFBA Samuel Vida. Este painel debateu a contribuição da militância de negras e negros na construção do Partido dos Trabalhadores e o compromisso histórico do PT com os processos de emancipação da classe trabalhadora, que em nosso país é majoritariamente negra.

Grupos de discussão

No domingo foram realizados os grupos de trabalhos e uma plenária para a elaboração da síntese dos trabalhos realizados nos grupos. O encerramento do Ativo aconteceu com o ponto de organização, que encaminhou uma nova coordenação nacional do setorial de negras e negros da DS.

A íntegra dos encaminhamentos será publica aqui no portal nos próximos dias.

* Clédisson Junior é membro da Coordenação Nacional da DS.

Veja também

Feminismo de esquerda é tema de debate rumo ao encontro setorial de mulheres

Como parte de um processo coletivo e aberto de preparação para o Encontro Secretaria de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook