Home / Conteúdos / Notícias / Combate à violência doméstica e desoneração da cesta básica são destaque em pronunciamento de Dilma

Combate à violência doméstica e desoneração da cesta básica são destaque em pronunciamento de Dilma

483950Mais uma vez a presidenta Dilma utilizou o pronunciamento nacional de rádio e TV para anunciar, diretamente à população, três medidas que serão tomadas pelo governo. Depois de informar em cadeia nacional a redução da energia elétrica, no mês passado, a presidenta aproveitou o Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira (8), para anunciar que o governo federal vai instalar, em cada estado, um centro de atendimento integral à mulher, que contará com um setor de prevenção e atenção contra a violência doméstica, e outro de apoio à mulher, com ferramentas de estímulo ao pequeno negócio, como o microcrédito e a capacitação profissional.

Dilma pediu o compromisso e participação de todos para intensificar o combate contra o tráfico sexual e a violência doméstica e foi enfática quando disse que seu governo não vai poupar esforços para por fim à violência contra a mulher:

“Faço um especial apelo e um alerta àqueles homens que, a despeito de tudo, ainda insistem em agredir suas mulheres. Se é por falta de amor e compaixão que vocês agem assim, peço que pensem no amor, no sacrifício e na dedicação que receberam de suas queridas mães. Mas se vocês agem assim por falta de respeito ou por falta de temor, não esqueçam jamais que a maior autoridade deste país é uma mulher, uma mulher que não tem medo de enfrentar os injustos nem a injustiça, estejam onde estiverem”.

Cesta básica livre de impostos federais

A presidenta também informou que todos os produtos da cesta básica estarão livres do pagamento de impostos federais. A intenção do governo é que a medida estimule a agricultura, a indústria e o comércio e gere mais empregos.

“Com essa decisão, você, com a mesma renda que tem hoje, vai poder aumentar o consumo de alimentos e de produtos de limpeza, e ainda ter uma sobra de dinheiro para poupar ou aumentar o consumo de outros bens. Desde o mês passado você está pagando uma conta de luz mais barata. Agora, com mais essa redução de despesas, você vai poder equilibrar um pouquinho melhor o seu orçamento doméstico”.

A presidenta afirmou que o governo definiu um novo formato da cesta básica, que prioriza alimentos de mais qualidade nutritiva. Fazem parte dessa cesta carnes bovinas, suína, aves e peixes, arroz, feijão, ovo, leite integral, café, açúcar, farinhas, pão, óleo, manteiga, frutas, legumes, sabonete, papel higiênico e pasta de dentes. Dilma disse esperar que a desoneração contribua para a redução dos preços dos produtos da cesta básica.

“Conto com os empresários para que isso signifique uma redução de pelo menos 9,25% no preço das carnes, do café, da manteiga, do óleo de cozinha, e de 12,5% na pasta de dentes, nos sabonetes, só para citar alguns exemplos (…) Aproveito, agora, para mandar um recado muito particular para os nossos produtores e comerciantes, do campo e da cidade. Vocês vão logo perceber que essa medida trará uma forte redução nos seus custos, e isso vai dar margem para a expansão dos seus negócios”.

Outro assunto abordado por Dilma no pronunciamento foi a criação de uma nova política federal de defesa dos consumidores. Segundo ela, no próximo dia 15 de março, Dia Internacional do Consumidor, serão anunciadas um elenco de medidas que transformarão a defesa do consumidor em uma política de Estado no Brasil. De acordo com a presidenta, essa nova política vai colocar o Brasil no mesmo padrão dos países mais avançados do mundo na defesa desses direitos essenciais do cidadão.

Veja abaixo a íntegra do pronunciamento da presidenta.

Assista o vídeo clicando aqui: https://www.youtube.com/watch?v=nBehpeCKKts

Com informações do Blog do Planalto

Veja também

Em defesa da democracia em Pernambuco: recurso ao DN sobre a tática eleitoral

Membros da Comissão Executiva Nacional apresentam recurso ao Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores sobre a candidatura de Marília Arraes ao governo do Estado do Pernambuco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook