Home / Conteúdos / Notícias / Conferência da DS-RS aprova moção de repúdio a entrevista de torturador

Conferência da DS-RS aprova moção de repúdio a entrevista de torturador

1302355
Charge: Aroeira

Moção aprovada pela Conferência Estadual da Democracia Socialista do Rio Grande do Sul, em 22 de março de 2014

A Conferência Estadual da DS, corrente interna do PT, encaminha e propõe à Executiva Estadual do PT/RS, que a direção partidária se manifeste publicamente sobre a entrevista que a Zero Hora deste domingo realizou com o torturador responsável pela direção da Operação Bandeirante nos anos 1970 a 1974.

É inaceitável que um jornal garanta quatro páginas de espaço para o Coronel Brilhante Ustra se justificar e mentir, descaradamente, sobre o seu papel e o órgão ilegal que dirigiu, principal centro de tortura de São Paulo durante o governo Médici, a Operação Bandeirante, na rua Tutoia, na cidade de São Paulo.

Sua versão não é contestada nem questionada pelo jornal, apesar da grande quantidade de denúncias pessoais e de entidades civis e religiosas de defesa dos Direitos Humanos, que o responsabilizam diretamente pelas torturas e mortes ocorridas naquele centro ilegal de repressão da ditadura militar, nos primeiros anos da década de 70.

Solicitamos à direção do PT/RS que, além de se pronunciar, encaminhe sua posição pública a todos(as) parlamentares (municipais, estaduais e federais) solicitando a divulgação da nota do Partido nas tribunas legislativas.

Veja também

Batucada feminista afinada na luta pela América Latina

Desde o ato que abriu o Encontro em Montevidéu, dia 16, às 10h, a batucada feminista da Marcha Mundial das Mulheres anima e demarca a força feminista na Jornada Continental pela Democracia e Contra o Neoliberalismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook