Home / Temas / Antirracismo / Consciência negra

Consciência negra

Jornal DS 24 [nov2009]. Dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, tem que virar feriado nacional. Essa é uma das reivindicações da Marcha Zumbi dos Palmares neste ano. A pauta que o movimento vai visibilizar nesse dia de lutas é: fim do racismo, da discriminação, do preconceito, da homofobia, do machismo e da intolerância religiosa. Defendem-se as ações afirmativas, discute-se a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial, além de se apresentar a demanda emergencial pela aprovação do Projeto das Cotas – PL 73/99; a implementação da Lei 10.639, que torna obrigatório o ensino da História e da Cultura Africana e a titulação das terras de Quilombos. A primeira Marcha aconteceu em em novembro de 1995, ano em que se relembrava os 300 anos da morte do líder Zumbi.

Veja também

Por que é possível e até provável a vitória de Haddad sobre Bolsonaro neste segundo turno? | Juarez Guimarães

Quem definir a agenda neste segundo turno, inserindo-a em uma narrativa coerente, provavelmente será vitorioso. O grande desafio da campanha de Haddad/Manuela é construir esta agenda, potencialmente majoritária, e apresentar-se como quem, representando a herança e o sonho de Lula, é capaz de vencer o grande inimigo dos direitos do povo brasileiro, que é Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook