Niterói: quem comemora a tragédia? Quem comemora a morte? | Jordana Dias

De qualquer forma, surpreende como políticos tentam fazer uso do caso para se projetar, comemorando o desfecho. Independente de possíveis divergências políticas, o que ocorreu hoje de manhã foi uma tragédia: pessoas devem estar traumatizadas, com medo; uma outra família deve estar chorando a perda de um ente. O caso escancara uma sociedade violenta e doente que comemora a morte ao vivo em rede nacional. Isso não é algo a ser comemorado. Vergonha que governantes assim o façam.

Leia mais »

Uma tragédia não é gol! | Bernardo Cotrim

Witzel não comemorava a morte do sequestrador e a libertação dos reféns; comemorava a chance de poder defender a política que, na última semana, matou gente até em ponto de ônibus. Jovens com mochila e material escolar, uma promessa da base do América, uma mãe de família… trabalhadores e estudantes pobres e negros.

Leia mais »

Dia do Fogo na Amazônia: acabou a hipocrisia sobre quem puxa o gatilho do desmatamento | Carlos de Guedes

Entre os dias 10 e 11 de agosto, assistimos a uma manifestação de apoio ao Presidente da República inusitada e criminosa: para demonstrar que o Brasil é uma nação soberana, e que não precisa da Alemanha e Noruega para proteger a nossa biodiversidade,“donos” de grandes terras realizaram o Dia do Fogo, aumentando a devastação na Amazônia.

Leia mais »

Organizações e lideranças da esquerda se solidarizam e registram seu pesar pela morte de Gustavo Codas

Você nos deixou cedo. Do mesmo jeito que chegou. De repente! Sua grande presença permanece. Leia a Nota da Democracia Socialista Nosso camarada Gustavo Codas Friedmann faleceu hoje, em São Paulo. Reconhecido militante e intelectual marxista revolucionário latino-americano, sua desaparição física despertou uma série de manifestações de pesar e solidariedade …

Leia mais »