Home / Conteúdos / Artigos / Na universidade, juventude manifesta apoio a Lula

Na universidade, juventude manifesta apoio a Lula

Na última quinta-feira, dia 19, os estudantes da USP mobilizaram-se pró-reeleição de Lula. Ações como essa também aconteceram na PUC-SP, na Universidade Mackenzie e na Faculdade de Direito da USP. A organização do debate na USP ficou por conta do núcleo do PT na universidade.

Estudantes da USP também se mobilizam pró-Lula

Na última quinta-feira, dia 19, os estudantes da USP mobilizaram-se pró-reeleição de Lula. Trata-se de um ato-debate que aconteceu no auditório da Faculdade de Economia e Administração da USP (FEA), e contou com a presença da filósofa Marilena Chauí, do senador Eduardo Suplicy, e de Gilberto Maringoni e Flávio Aguiar, ambos da Agência Carta Maior.

O evento reuniu mais de 300 estudantes, e foi realizado num contexto de eventos planejados nas universidades. Ações como essa também aconteceram na PUC-SP, na Universidade Mackenzie e na Faculdade de Direito da USP. A organização do debate na USP ficou por conta do núcleo do PT na universidade.

Os debatedores e a debatedora destacaram a importância histórica de reeleger Lula no próximo dia 29 para consolidar um projeto de mudanças que se iniciou no primeiro mandato. Identificaram a necessidade de a sociedade e os movimentos sociais manterem-se mobilizados mesmo após as eleições, para fazer valer a sua força e participar da construção do governo.

No debate, também, muito se falou da cobertura parcial das eleições por parte dos grandes meios de comunicação. Os recorrentes ataques à candidatura Lula, as manchetes e textos tendenciosos, a insistência em ocultar a face autoritária da candidatura tucana, tudo isso foi colocado com ênfase pelos debatedores e pela debatedora. Também falou-se na necessidade de se democratizarem os meios de comunicação no Brasil, concentrados nas mãos de poucas famílias.

Somada às outras atividades organizadas em universidades, e também à campanha anti-Alckmin encaminhada pela UNE e pela Ubes, o debate na USP expressou o apoio da comunidade universitária a Lula e ao projeto de mudanças representado por PT, PCdoB e PRB nestas eleições.

Série de atos pró-Lula
Os demais atos pró-Lula em universidades obtiveram sucesso semelhante. Sempre com presença expressiva de estudantes, os atos também contaram com a presença de figuras ilustres do meio acadêmico e da política nacional.

A campanha pela reeleição do presidente Lula é o que motivou a realização desses atos e debates, numa perspectiva de expor para a comunidade universitária as razões pelas quais centenas de docentes, trabalhadores e trabalhadoras e milhares de estudantes brasileiros optaram por Lula e por negar o projeto do PSDB para o Brasil.

Ao longo desses atos e debates, retomaram-se as ações do governo Lula para a educação e as universidades, para a juventude, e em direção à construção de uma sociedade mais justa. Foram feitas críticas, também, e apontou-se que aqueles e aquelas ao lado de Lula nestas eleições devem se mobilizar para garantir um segundo governo melhor que o primeiro.

Veja também

Democracia Socialista: Distritão, não!

Mantemo-nos em alerta, na denúncia pública, na resistência no parlamento e nas ruas, lutando contra o Distritão, contra a agenda do golpismo e por uma verdadeira reforma política, focada no protagonismo popular e no resgate da construção partidária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook