Em destaque

Diálogos na esquerda | Raul Pont

O sistema eleitoral de dois turnos, criado para barrar vitórias populares e permitir arranjos eleitorais na direita, exige de nós uma resposta unificada desde o primeiro turno e/ou o compromisso aberto e franco de identidade comum de programa e de apoio mútuo no segundo turno. Esse é o sentimento e a reivindicação dos movimentos sociais e dos lutadores sem partido que estão conosco nas frentes de luta.

Leia mais »

No horizonte pulsa a esperança! | Edilonson de Oliveira

Vivemos em um período de muitos retrocessos e conservadorismo, golpe contra Dilma em 2016, reforma trabalhista, reforma da previdência, PEC do teto de gastos, a prisão seletiva de Lula e a execução de Marielle Franco. Respondemos a altura, enchendo as ruas, ocupando escolas e universidades e organizando grandes atos nacionais …

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

fevereiro, 2019

  • 14 fevereiro

    Chico Mendes vive, porque sua luta nunca morre!

    Em nota a CUT repudia declarações do Ministro do Meio Ambiente que, de forma "ignorante", desvalorizou a trajetória de Chico Mendes para defender suas posições pessoais na regulação ambiental. Para dirigente da Secretaria de Meio Ambiente da CUT Bolsonaro e seus ministros se utilizam das declarações estapafúrdias e ignorantes para gerar polêmica e desviar o foco da agenda de retrocesso de suas pastas.

    Leia mais »
  • 13 fevereiro

    Em defesa da Revolução Bolivariana! | Gustavo Codas e Lucio da Costa

    A principal batalha do momento no nosso continente é a da Venezuela. Se o governo Trump e seus aliados venezuelanos forem vitoriosos, as consequências políticas e econômicas para nossos povos serão terríveis e duradouras. Se o povo venezuelano resistir à agressão do imperialismo estadunidense, os povos de nossa região terão melhores condições para deter o processo pelo qual estamos voltando a ser o “quintal” dos EUA.

    Leia mais »
  • 13 fevereiro

    O teste do Projeto Anticrime: qual a força de Moro no Governo? | Jordana Dias

    Com publicidade panfletária e falas populistas, Moro faz parecer que o problema de segurança pública é simples. E não é. Da maneira como se constrói essa proposta, a perspectiva é de mais mortes e encarceramento, o que alimenta o Crime Organizado, atemoriza a população e sacrifica ainda mais as pessoas mais vulneráveis do país: pretas, pobres e periféricas.

    Leia mais »