Em destaque

Moro confirmou seu papel no golpe | Jeferson Miola

A condenação do ex-presidente Lula pelo justiceiro Sérgio Moro não surpreende. O establishment desencadeou a Lava Jato em março de 2014 para interromper o ciclo de governos petistas e facilitar a eleição presidencial de Aécio Neves, recentemente flagrado arrecadando propina do dono da JBS para repassar ao proprietário de um …

Leia mais »

EM DEFESA DA UNILAB

*Por Maria Carolina Lima e Bruno João Cá | O projeto na qual se insere a criação da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) nasce de uma cooperação solidária que quebra e/ou muda o eixo de cooperação do Brasil. Ao invés de manter a relação norte-sul, inicia uma …

Leia mais »

O sistema de cotas diante da ofensiva conservadora | Jeferson Fernandes

O debate trazido a público sobre o sistema de cotas nas universidades não nasceu com o primeiro governo do presidente Lula, mas foi por ele amplamente impulsionado numa perspectiva de implantação universal no ensino superior público brasileiro. Tanto que produziu uma reação brutal de setores conservadores, acusando-a de prática “racista”, …

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

abril, 2018

  • 2 abril

    Convocatória: Ativo de Juventude da DS | 01 a 03 de junho | São Paulo

    Comissão Organizadora convoca o Ativo de Juventude da Democracia Socialista para os dias 01 a 03 de junho, em São Paulo. A divulgação do Caderno de Textos e orientações para a inscrição das delegações serão realizadas até o prazo de 22 de abril, data-início para a realização dos ativos estaduais.

    Leia mais »
  • 2 abril

    ​​Prisioneiros de si e de seu próprio ódio | Dr. Rosinha

    "O assassinato de Marielle parece que não serviu de lição para os construtores da violência. Querem mais violência, e isto está sendo demonstrado pela truculência com que a Caravana de Lula tem sido recebida"

    Leia mais »
  • 2 abril

    Cenário de guerra | Margarida Salomão

    É brutal a ofensiva do governo Michel Temer no campo da educação. São ataques em todas as frentes, unificados de forma mais efetiva pela vigência da Emenda Constitucional do Fim do Mundo (a EC 95), que assegura, na prática, a impossibilidade de que o Plano Nacional de Educação de 2014, aprovado por unanimidade no Congresso, seja tirado do papel.

    Leia mais »