Em destaque

Onde é que está o nó?

  O mapa do problema. Três pilares de sustentação da política econômica e três visões críticas. As críticas à política econômica do governo Lula podem ser divididas em três categorias. Há aquelas que incidem sobre a gestão conservadora das metas definidas pelo Banco Central e Ministério da Fazenda; outras que …

Leia mais »

O Cristo encapuzado

Tortura. Um anônimo iraquiano desferiu um golpe mais duro aos EUA do que as incipientes insurgências xiita e sunita. Jorge A Bañales As fotografias que circularam por todo o planeta poderiam ter sido feitas em muitos outros lugares e diferentes épocas, como por exemplo na América Latina de décadas passadas. …

Leia mais »

Independência ou morte, dois séculos depois

Soberania depende de rompimento da subserviência do país ao capital financeiro. Para começar, duas premissas: para os países da periferia do capitalismo, o desenvolvimento econômico e social é uma tarefa que se faz contra as tendências que o mercado mundial tenta lhes impor. E só o Estado pode conduzir tal …

Leia mais »

Um novo tripé para regular a economia

Saídas à vista. A proposta de uma nova regulação com novos parâmetros. Uma nova perspectiva alternativa de regulação macro-econômica deveria combinar três elementos chaves: a regulação do fluxo de capitais/metas de elevação de reservas e de superávit comercial; a republicanização do Banco Central com metas institucionais de controle da inflação …

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

janeiro, 2019

  • 17 janeiro

    Carta à militância: PT realizará seu 7º Congresso em 2019

    A Comissão Executiva do Partido dos Trabalhadores vai se reunir nos dias 9 e 10 de fevereiro, em função dos 39 anos do PT, quando será definido o calendário das atividades partidárias e de organização.

    Leia mais »
  • 16 janeiro

    Nenhum direito a menos

    Uma plenária nacional em defesa da aposentadoria e da Previdência está agendada para o dia 20 de fevereiro. Daniel Gaio da direção da CSD e da CUT avalia que "Bolsonaro não terá vida fácil na sua tentativa de retomar a reforma da previdência. Não há nada oficial ainda, mas todos as hipóteses mencionadas pelo governo são de reforço aos privilégios e ataque aos direitos".

    Leia mais »
  • 15 janeiro

    Um decreto para a violência | Lúcio da Costa

    O advogado Lúcio da Costa comenta o novo decreto das armas e os efeitos da medida. Assinado nesta terça-feira (15), o decreto facilita a aquisição e registro de armas, altera prazo de validade do registro e quantidade permitida por pessoa.

    Leia mais »