Home / Conteúdos / Artigos / PT reúne Diretório Nacional e volta atrás

PT reúne Diretório Nacional e volta atrás

Saída pela tangente. Resolução aprovada tenta mudar de assunto.

A reunião do Diretório Nacional (DN) do PT em 17 e 18 de abril teve como principal discussão a conjuntura nacional. Foram apresentadas oito projetos de resolução. Sete deles representando tendências que compõem o Diretório Nacional e um o seminário de deputados realizado em São Paulo.

A tese do Campo Majoritário recebeu o apoio da corrente Movimento PT e da corrente de Berzoini. Obteve 42 votos. A tese da Democracia Socialista foi apoiada pela chapa “Um novo mundo é possível, um novo Brasil é Urgente” e unificou com a Articulação de Esquerda em um mesmo projeto de resolução. Este recebeu o apoio da tendência Brasil Socialista e dos que defendiam a proposta do seminário. Obteve 21 votos. A corrente “O Trabalho” manteve a sua tese com os seus 2 votos.

A proposta vencedora altera a dinâmica criada com a resolução da Comissão Executiva Nacional (CEN) de 5 de março, que explicitamente defendia “mudança na política econômica do governo”. A resolução aprovada tenta mudar de assunto, propondo políticas de desenvolvimento econômico sem rediscutir os rumos da política econômica. Para ler a resolução acesse www.pt.org.br.

Ventos do Ceará

Outro tema importante foi a situação eleitoral do PT em Fortaleza. A companheira Luizianne Lins é a candidata do partido à prefeitura. Foi uma vitória do PT municipal, que contrariou a opinião majoritária dos membros da CEN, favorável a uma coligação com o PC do B no 1° turno.

O PT de Fortaleza apoiou Inácio Arruda, do PC do B, em 1996 e em 2000. Numa disputa acirradíssima, venceu a tese da candidatura própria. O DN decidiu continuar a discussão com o Diretório Municipal da capital cearense no sentido de buscar a unidade da esquerda nas eleições de lá, distanciando-se da posição de intervenção para obrigar o PT de Fortaleza a seguir uma tática nacional.

Veja também

Cultivar a unidade, fortalecer as lutas e projetar o futuro | Janeslei Albuquerque

Dirigente da CUT e da CSD opina sobre os desafios das Frente Brasil Popular que realiza sua 2ª Conferência Nacional neste final de semana na Escola Nacional Florestan Fernandes em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook