Home / Conteúdos / Artigos / ‘Quem sabe faz a hora, não espera acontecer’

‘Quem sabe faz a hora, não espera acontecer’

Desde a sua criação em 1986, a Comissão Nacional sobre a Questão da Mulher Trabalhadora da CUT, hoje, Secretaria Nacional sobre a Mulher Trabalhadora – SNMT, tem atuado para superar as desigualdades e discriminações a que as mulheres são submetidas nos diversos espaços de sua vida, ações estas que foram fortalecidas com a aprovação da cota mínima de gênero de 30%, em nosso Congresso de 1993.

Clique e leia o artigo no site da CSD

Veja também

LGBTs buscam no STF proteção às suas vidas | Mitchelle Meira

O Supremo Tribunal Federal - STF retoma nesta quarta, 20, o julgamento do mandato do injunção que demanda que o judiciário reconheça como crimes de racismos os crimes cometidos em função da orientação sexual ou identidade de gênero das vítimas. Mitchelle Meira escreve sobre a importância dessa luta para a população LGBT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook