Home / Conteúdos / Artigos / Resistência do povo hondurenho segue, golpistas aprofundam repressão

Resistência do povo hondurenho segue, golpistas aprofundam repressão

Há três meses, o mundo acompanha a delicada situação enfrentada pelo povo de Honduras. Prestes a realizar um plebiscito popular sobre mudanças na Constituição do país, o presidente Manuel Zelaya foi deposto por um golpe militar que o expulsou de seu país e impôs uma rotina de repressão e censura aos hondurenhos. Agora, com a volta de Zelaya ao país, refugiado na Embaixada brasileira, a crise se aprofunda e ganha novos contornos. Até agora, três pessoas foram mortas nas cercanias da Embaixada, quando se manifestavam a favor de Zelaya.

Confira:

06/10 – Os falcões e Honduras, o colibri (Dr. Rosinha)
01/10 – A repressão militar e o silêncio de Obama (Lúcio Costa)
01/10 – Honduras e a solidariedade latino-americana (Daniel Gaspar)
24/09 – Lula: a comunidade mundial quer o regresso de Zelaya ao poder (La Jornada)
23/09 – A democracia grita por socorro (Robson Leite)

Há mais artigos e notícias disponíveis na seção “Mundo” deste sítio.

Veja também

As eleições de 2018 e os desafios da esquerda | Raul Pont

"Não há mais condições de rompermos a crise do sistema eleitoral e partidário sem apontarmos para a sociedade a formação de um bloco sólido, plural, mas unificado em torno de um programa comum que a população se identifique. A eleição precisa ter o caráter pedagógico da identidade com um programa, um projeto de longo prazo, animado por uma Frente política ampla mas com uma coerência programática e objetivos comuns", defende Raul Pont.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook