Home / Conteúdos / Artigos / Saldo positivo para DS e Coletivos Socialistas

Saldo positivo para DS e Coletivos Socialistas

Jornal DS – 19. Primeiro teste mostra acerto na estratégia.

No primeiro dia do Encontro, sexta-feira, reuniu-se a corrente em unificação, Democracia Socialista e Coletivos Socialistas. A reunião contou com expressiva presença de delegados e delegadas e apresentou acordo quanto aos pontos centrais de debate no Encontro e, sobretudo, quanto à necessidade de intensificar o processo de unificação e construção da nova corrente. Os debates do Encontro, seus resultados e os posicionamentos das diversas correntes petistas, reforçam essa conclusão. As intervenções na abertura dos debates de cada texto-base, por Raul Pont e Arlete Sampaio, em nome dessa unificação (e não apenas em nome da chapa Coragem de Mudar), também foram expressivas desse processo.

O 13º ENPT foi um primeiro teste para a corrente que unifica DS e Coletivos Socialistas do PT, tendo apresentado um resultado muito positivo. Através de sua participação no Diretório Nacional, esse campo político contribuiu para a formulação de um novo patamar de orientação estratégica para o PT, expresso nas diretrizes de programa e nas linhas táticas. Foi possível combinar o esforço de elaboração unitária com a manutenção de posições defendidas junto aos filiados do PT ao longo do PED.

Os avanços políticos obtidos e os revezes sofridos nas votações sobre alianças e sobre mudança do estatuto (contribuição financeira), temas caros à concepção de partido socialista, democrático e militante, mostram a necessidade de uma grande corrente petista nacional com um perfil coerente e de abri-la mais ainda aos que querem somar-se nessa luta.

Leia mais:

Um balanço do 13° Encontro Nacional do PT

Veja também

Luizianne Lins: Não Verás País Nenhum!

Luizianne Lins Peço emprestado o título da obra de Ignácio de Loyola Brandão porque é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook