Home / Conteúdos / Artigos / Seminário Internacional terá transmissão ao vivo

Seminário Internacional terá transmissão ao vivo

A Sempreviva Organização Feminista – SOF, é atualmente a Secretaria Internacional da Marcha Mundial das Mulheres e nos dias 28 a 30 de maio estará realizando o Seminário Internacional Reorganização do Trabalho Doméstico e de Cuidados – Por outro paradigma de sustentabilidade da vida humana.

As inscrições já estão encerradas, mas será possível acompanhar os debates, ao vivo, a partir do site da entidade: www.sof.org.br

Confira a programação completa

Programação:

Dia 28 de maio

18h30: Abertura

A contribuição das mulheres para uma integração regional geradora de igualdade de gênero

Nalu Faria – Coordenadora da SOF. da REMTE (Rede Latinoamericana Mulheres Transformando a Economia) e membro da Coordenação Nacional da Marcha Mundial das Mulheres

Representante da SPM – Secretaria Especial de Políticas Públicas para Mulheres da Presidência da República.

19h30 às 21h30

O Trabalho das mulheres: perspectivas a partir das formulações da teoria econômica feminista

Cristina Carrasco – Economista, professora da Universidade de Barcelona e militante feminista

Dia 29 de maio

9h às 11h – Painel 1 – O trabalho doméstico no Brasil – perspectivas teóricas e desafios políticos

Bila Sorj – Pós-doutora em Sociologia – Professora titular da UFRJ

Representante da SPM

11h30 às 12h30 – Painel 2

Caminhos para produzir mudanças na divisão sexual do trabalho: experiências protagonizadas por mulheres na socialização do trabalho domésticos

Maria Lúcia da Silveira – Doutora em sociologia e colaboradora da SOF

Taís Viudes de Freitas – Mestranda em sociologia – Unicamp

14h30 às 18h – Painel 3

Integração Latinoamericana: perspectivas e cenários a partir das mulheres

Lourdes Montero – Integrante da REMTE – Bolívia

Magdalena León – Integrante da REMTE – Equador

Miriam Nobre – Coordenadora do Secretariado Internacional da Marcha Mundial das Mulheres

Dia 30 de maio

9h às 12h30 – Painel 4

A construção de indicadores não androcentricos

Cristina Carrasco

14h30 às 17h – Mesa Redonda

Agendas para repensar a divisão sexual do trabalho e o cuidado humano

17h30 às 18h – Encerramento

Veja também

As eleições 2018 e a renovação da esperança sul-americana | Mateus Mendes de Souza

Apenas a eleição de Lula e do PT poderá devolver aos trabalhadores e trabalhadoras sul-americanos a perspectiva de retomar uma trajetória de desenvolvimento social e econômico inclusivos. Somente isso poderá impedir que a América do Sul seja devolvida à condição de colônia com o requinte de crueldade da (re)instituição da escravidão moderna. Esta é a responsabilidade que está nas mãos da militância não só do PT, mas de todos os brasileiros que querem que um mundo justo seja construído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook