Home / Conteúdos / Artigos / Tarso sai na frente no PT-RS

Tarso sai na frente no PT-RS

No primeiro final de semana de encontros municipais do PT, o ministro Tarso Genro elegeu 66% do total de delegados ao encontro estadual, que deve definir o nome do partido na disputa ao governo do estado em 2010. Até as 19h deste domingo (21), Tarso já contava com o apoio de 323 delegados; o prefeito de São Leopoldo, Ari Vanazzi, somava 110 apoios e o deputado estadual Adão Villaverde chegava a 57 delegados.

No primeiro final de semana de encontros municipais do PT, o ministro Tarso Genro elegeu 66% do total de delegados ao encontro estadual, que deve definir o nome do partido na disputa ao governo do estado em 2010. Até as 19h deste domingo (21), Tarso já contava com o apoio de 323 delegados; o prefeito de São Leopoldo, Ari Vanazzi, somava 110 apoios e o deputado estadual Adão Villaverde chegava a 57 delegados. Ainda faltava a apuração em alguns pequenos municípios. No próximo final de semana, outros 257 encontros devem se realizar.

Para Tarso, a vantagem expressiva da sua pré-candidatura indica a vontade dos filiados em apresentar uma candidatura com capacidade de unificar os partidos progressistas do estado em torno de um projeto de mudanças para o Rio Grande. “Esse resultado revela que falamos a língua dos filiados, que querem um partido unido e com capacidade de ganhar”, declarou.

O coordenador da pré-candidatura de Tarso e ex-prefeito de Bagé, Luiz Fernando Mainardi, disse que os primeiros resultados são muito importantes porque sinalizam a vontade de unidade dos filiados do PT gaúcho. “Desde o início sabemos que Tarso é o candidato com melhores condições de representar o PT. Agora, são os filiados que estão dizendo isso. Acho que é o suficiente para construirmos uma sólida unidade interna”, refletiu.

Neste final de semana, realizaram-se encontros em 105 municípios. O cálculo da direção do PT é que cerca de 8 mil filiados participaram do processo. Para o secretário-geral do PT gaúcho, Carlos Pestana Neto, a presença revela o grau de mobilização do partido e a consciência política dos militantes sobre a importância desta decisão. “A presença dos filiados correspondeu à expectativa da direção do partido. Esse processo aqueceu o partido e vai garantir as condições para que apresentemos um candidato que tenha capacidade de recuperar o projeto democrático e popular no Rio Grande”, disse.

Um manifesto em apoio a Tarso está circulando pela internet. Para assiná-lo, basta acessarwww.prauniropt.com.br/manifesto.

Veja também

Eleições democráticas na Venezuela | Marcelo Uchôa

Com perplexidade o mundo vem assistindo a uma profunda transformação na geopolítica da América Latina …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook