Home / Conteúdos / Artigos / Um ano de mobilizações

Um ano de mobilizações

Movimentos sociais definem calendário intenso para 2005.

A Assembléia Mundial de Movimentos Sociais aprovou um abrangente chamado às mobilizações para 2005. O documento completo se encontra no site www.movsoc.org. Entre as principais datas de mobilização, está a jornada lançada pela Marcha Mundial de Mulheres que se inicia neste 8 de março, no Brasil, e culmina no 17 de outubro, em Burkina Faso. Ao longo desse período, acontecerão ações em diversos países do mundo em torno à “Carta mundial das mulheres para a humanidade”.

 

No dia 19 de Março, acontecerão as manifestações contra a ocupação militar do Iraque e contra a guerra. Essa mobilização coincidirá com uma campanha de boicote às multinacionais envolvidas na ocupação daquele país.

 

As principais mobilizações contra a onda do “livre comércio” imposta pelas corporações multinacionais e os países imperialistas serão: a Semana de Ação Global, de 10 a 17 de abril; a “Cúpula dos Povos” das Américas, a ser realizada em paralelo à “Cúpula dos Presidentes” (que apenas exclui Cuba) na Argentina em novembro; e os protestos contra a Reunião Ministerial da OMC (Organização Mundial do Comércio), que acontecerá em Hong Kong, em dezembro. Ao lado do repúdio ao “livre comércio”, cresce o debate sobre uma visão alternativa em relação a “comércio e desenvolvimento”, particularmente na nossa região, com as possibilidades postas pela ampliação do Mercosul e o projeto de uma comunidade dos países da América do Sul.

 

Entre as principais atividades de debate estratégico no nosso continente, teremos o IV Encontro Hemisférico de Luta contra a ALCA, que se realizará em Havana, Cuba, de 27 a 30 de abril. Será um momento chave para fazer o balanço da luta contra o “livre comércio” no continente e para definir as linhas estratégicas de atuação para o próximo período. O evento será precedido de um encontro do Conselho Hemisférico do Fórum Social das Américas, que definirá os rumos da preparação do FSM em Venezuela (janeiro de 2006).

 

Finalmente, em ritmo já de aquecimento e mobilização para a próxima edição do Fórum, se realizará também na Venezuela, de 7 a 15 de agosto, o 16º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes.

 

 

 

Veja também

Para além do financiamento: por um sindicalismo combativo! | Milton Rezende

Diante da reforma trabalhista, que entra em vigor em novembro, a principal discussão na mídia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook