Home / Conteúdos / Artigos / 30 anos de Partido dos Trabalhadores

30 anos de Partido dos Trabalhadores

Hoje completam-se 30 anos do Partido dos Trabalhadores. Falar de sua fundação, do processo histórico que deu origem a ela e dos processos históricos que se sucederam a partir dela é revigorante para lutadores e lutadoras sociais de todo o país, filiados ao PT ou não. Mas, neste momento, interessa-nos falar das tarefas que se colocam para o partido nestes 30 anos após sua fundação.

Vivemos num momento histórico diferente daquele do final da década de 70, e – importante – vivemos num Brasil diferente, que o partido ajudou a construir.

Agora, o PT está às portas de seu 4º Congresso, que reforçará a necessidade de se concentrar nas eleições de 2010. Dar continuidade ao nosso projeto, aprofundar as mudanças iniciadas no país e ousar. Agora, o PT apresenta uma mulher como candidata à sucessão de Lula, com o desafio de dar conteúdo feminista a essa candidatura. Agora, precisamos ampliar a democracia, com participação popular e controle social sobre as comunicações e a economia, entre outras esferas. Coloca-se para nós a empolgante tarefa de fortalecer a luta popular na América Latina que, depois de mais de 500 anos de resistência, busca enfaticamente sua autonomia, através do protagonismo do povo, da distribuição de renda, da construção da igualdade e da justiça e do controle soberano sobre seus recursos naturais.

O PT não é o mesmo, claro que não. Afinal, seria estranho ser o mesmo, 30 anos depois, num mundo que mudou tanto e tão dinamicamente. Mas o PT guarda em si a semente que o originou, e que tanto tem por germinar… a semente da mudança, da luta da classe trabalhadora. Nossas contradições não são estranhas a essas duas coisas. Mas a superação dessas contradições é o que pode nos levar ao sonho do socialismo democrático, com cara latinoamericana, que sonhamos e aperfeiçoamos há 30 anos.

A Democracia Socialista, que também tem 3 décadas de história, orgulha-se de ter contribuído, ao longo desse tempo, para construir um projeto partidário de identidade política, composição e experiência ímpar na esquerda mundial. Vida longa ao PT, à democracia e ao socialismo!

Veja também

Luizianne Lins: Não Verás País Nenhum!

Luizianne Lins Peço emprestado o título da obra de Ignácio de Loyola Brandão porque é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook