Notícias
Home / Temas / Brasil / Comitês Populares se organizam para o Mutirão Vamos Juntos pelo Brasil

Comitês Populares se organizam para o Mutirão Vamos Juntos pelo Brasil

Nos dias 24, 25 e 26 de junho, os Comitês Populares estarão organizados para realização de diversas atividades por todo o Brasil em protesto contra o aumento expressivo dos preços e o retorno da fome, que atinge mais de 33 milhões de pessoas.

Entre as atividades propostas estão a panfletagem em frente às feiras, pequenos mercados, quitandas, padarias e outros locais onde as pessoas percebam o aumento do custo de vida. Além disso, os Comitês também deverão realizar visitas de porta em porta, organizar festas juninas comunitárias, além de ações nas redes sociais.

Encarte disponível para reprodução e utilização em panfletagens a partir do Mutirão. Clique e acesse.

 

Com o mote “Tá tudo muito caro! O povo é quem sente” o  objetivo da iniciativa é conferir ainda mais unidade nas ações dos Comitês. A agenda de mobilização quer estimular todos aqueles e aquelas que querem fazer algo para reconstruir o Brasil possam se engajar de alguma forma, com atividades em todos as cidades, como visitas de casa em casa, distribuição de materiais educativos, ações de solidariedade e também caminhadas, bicicletadas, panfletagens, eventos culturais, entre outras ações.

Para a sindicalista Rosane Silva, que integra o Diretório Nacional do PT e a Secretaria Executiva dos Comitês Populares de Luta “o mutirão é uma oportunidade para denunciarmos em todo o Brasil o desastre econômico e social de 3 anos e meio de governo Bolsonaro. E também serve para demonstrar nosso enraizamento nos territórios e na vida real da classe trabalhadora.”

“O dia do mutirão é o dia de mobilização, do ativismo e do diálogo. É dia de conversar com  mais gente sobre a nossa situação e levantar ideias para mudar os problemas que enfrentamos, como gerar mais emprego, renda e também como tirar 33 milhões de pessoas do mapa da Fome”, apresentou João Pedro Stédile, da coordenação da Campanha pelos Comitês Populares.

As atividades de mobilização também vão contar com a participação da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Para Sérgio Nobre, “é hora de organizar o povo brasileiro e é importante que os sindicatos, federações, confederações e as estaduais da CUT organizem os Comitês pelo país inteiro”, conclama o presidente da Central.

Além das atividades presenciais, os Comitês Virtuais têm ações específicas nas redes sociais ao levantar debates sobre temas diversos e também agitar a campanha nas redes.

Clique e acesse a nuvem com cards e materiais dos comitês e do mutirão.

 

O que são os Comitês Populares

Os Comitês Populares são espaços que reúnem e acolhem todas as pessoas que querem melhorar a vida do povo brasileiro. Os comitês podem ser organizados por rua, comunidade, bairro, cidade, por local de estudo, de trabalho, por setor, comitê digital e em torno de pré-candidaturas, mandatos parlamentares e de todas as formas possíveis de organização que facilitem o engajamento das pessoas em defesa de um Brasil mais justo. Saiba mais em http://comitepopular.com.br

Ouça e compartilhe o áudio com informações sobre a iniciativa e a gravidade da carestia:

 

Veja também

Joaquim Soriano comenta o segundo turno das eleições na Colômbia

País latino-americano pode eleger seu primeiro presidente de esquerda no próximo domingo. Coalização Pacto Histórico de Petro defende Cambio por la vida contra a Liga de Governantes Anticorrupção de Hernández.

Comente com o Facebook