Home / Conteúdos / Notícias / EM DEFESA DA DEMOCRACIA, DE UMA NOVA POLÍTICA ECONÔMICA E DOS DIREITOS DO POVO BRASILEIRO SOBRE O PETRÓLEO

EM DEFESA DA DEMOCRACIA, DE UMA NOVA POLÍTICA ECONÔMICA E DOS DIREITOS DO POVO BRASILEIRO SOBRE O PETRÓLEO

2585008No momento político e econômico que o país tem vivido se torna urgente a necessidade do povo ocupar as ruas, avenidas e praças contra o retrocesso, por mais direitos e pelas reformas estruturais.

Pintaremos as ruas do país de verde, amarelo e vermelho, em comemoração aos 62 anos da Petrobrás. A soberania do nosso país tem sido ferida, a sanha entreguista ataca a Petrobrás com intenção de desvalorizar e sucatear umas das maiores empresas do mundo, sobretudo com a tentativa de aprovar Projeto de Lei 131/2015 que visa diminuir a participação da Petrobrás no regime de partilha do Petróleo.

O petróleo e o pré-sal pertencem ao povo brasileiro, e são riquezas que devem se transformar em investimentos sociais, beneficiando o povo, tendo em vista aprovação da destinação dos royalties para educação e saúde. Conclamamos a apoiar a mobilização grevista da categoria petroleira, já deflagrada e todas as mobilizações de outras categorias em defesa de seus direitos.

Há uma onda de conservadorismo propagado pelos grandes meios de comunicação, em que alguns defendem o impeachment e até ditadura militar para nosso país. E ainda que a sociedade como um todo não aceite retrocessos na vida política e social, e nos direitos sociais e dos trabalhadores e trabalhadoras, conquistados arduamente ao longo de décadas de lutas. Será preciso muita mobilização e povo na rua para defender a democracia e o mandato constitucional da Presidenta Dilma Rousseff.

Somos incansáveis na defesa dos direitos do povo brasileiro, por isso clamamos por mudanças profundas na política econômica no Brasil, para que a crise econômica seja enfrentada de forma diferente. Repudiamos o ajuste fiscal que onera a classe trabalhadora, a educação, saúde e retira recursos do PAC, do programa de habitação popular Minha Casa, Minha Vida. A conta da crise não pode ser jogada nos ombros dos trabalhadores e trabalhadoras.

Queremos outras saídas: que os ricos paguem pela crise! Taxar as grandes fortunas, os dividendos do lucro das grandes, a remessa de lucro pro exterior, combate à sonegação fiscal, fazer a auditoria da dívida pública e a reduzir a taxa de juros, são medidas necessárias para enfrentar a crise do capitalismo que assola o mundo e também a economia brasileira.

Tomaremos a ruas e seremos milhares no dia 3 de outubro de 2015.

Conclamamos que cada movimento, entidade, força política dê sua contribuição para preparar as mobilizações no maior numero possível de cidades brasileiras.

Viva a Democracia, Viva a Petrobrás e Viva ao Povo Brasileiro!!

Pela Comissão Organizadora

CENTRAL DE MOVIMENTOS POPULARES- CMP
CENTRAL DE TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL- CTB
CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES- CUT
COORDENAÇÃO NACIONAL DE ENTIDADES NEGRAS-CONEN
MARCHA MUNDIAL DE MULHERES-MMM
MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURIAS SEM TERRA-MST/Via Campesina
UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES- UNE

 

Confira a programação nos estados:

Alagoas

8h 30 min: concentração no Calçadão do Comercio, em Maceió

Brasília

Em Brasilia será as 10 h na Feira da Cielandia

Bahia

Em Salvador, caminhada em defesa da democracia no centro, Campo Grande, a partir das 09h.

Ceará
Concentração na Praça José de Alencar, a partir das 08h – Fortaleza.

Espírito Santo

Dia 2 – 17h: Em frente a Petrobras, Av. Nossa Senhora da Penha

Minas Gerais
A partir das 10h, na Praça da Rodoviária, Belo Horizonte.

Mato Grosso do Sul

9h : Concentração na esquina Afonso Pena com 14 de julho

Mato Grosso

9h: Concentração na Praça Ipiranga

Pará

9h: Concentração na escadinha da Estação das Docas e caminhada no Mercado Ver o Peso e segue até a Praça do Relógio

Paraíba

9h: Concentração em frente ao teatro, Cabedelo

Paraná
Ato público em defesa da Petrobras, às 10h, na Boca Maldita, em Curitiba

Pernambuco
Concentração na Praça Derby, às 8h, em Recife.

Rio Grande do Sul
O ato às 10h, com uma concentração no Largo Glênio Peres, seguida de caminhada até a torre simbólica da Petrobrás, na Praça da Alfândega, no centro da Capital.

Rio Grande do Norte

DIA 2 – 15h : Calçadão da João Pessoa

Rio de Janeiro
No Rio, o ato será no dia 02, no centro, com caminhada da Candelária até a Cinelândia, a partir das 16h.

São Paulo
Capital – 14h – Avenida Paulista, 901 – em frente ao prédio da Petrobrás
Caminhada: Paulista, Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, Largo São Francisco e Praça da Sé.

10h – Araçatuba
Câmara Municipal – R. Quatorze de Julho nº 26 – Bairro São Joaquim

9H – Campinas
Estação Cultura – Praça Marechal Floriano Peixoto s/nº, com caminhada até o Largo da Catedral

9H – Itapeva
Praça de Eventos Zico Campolim, na Av. Castelo Branco, 923 – Centro

8H – Presidente Prudente
Lançamento regional do Fórum dos Movimentos Sociais no anfiteatro do Sindicato dos Bancários, à Rua Casemiro Dias, 379, bairro V. Nova. Depois, caminhada pelo calçadão no centro da cidade

8h30 – Ribeirão Preto
Esplanada do Teatro Pedro II – Calçadão do Centro

10H – São José do Rio Preto
Rua Bernardino de Campos, 2940 – Praça Shopping

Santa Catarina
O ato será às 09h, na Praça da Catedral, em Florianópolis.

9h – Blumenau – Escadaria da Catedral de São Paulo Apostolo, Rua XV de Novembro –

10h – Joinvile – Praça da Bandeira

9h – Chapecó – Praça Coronel Bertaso, centro.

Piauí
Concentração às 08 horas na Praça Rio Branco, Terezina

Rondônia

16h: Ato na Praça Ferro Madeira-Mamoré

Goiás
10h – Praça do Bandeirante, Centro, Goiânia

Veja também

Organizações e lideranças da esquerda se solidarizam e registram seu pesar pela morte de Gustavo Codas

Você nos deixou cedo. Do mesmo jeito que chegou. De repente! Sua grande presença permanece. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook