Home / Conteúdos / Artigos / ‘Impacto da crise no Brasil é brutal’

‘Impacto da crise no Brasil é brutal’

Quase meio ano após a eclosão da crise financeira mundial, o Brasil sente o baque. Demissões, falta de crédito na praça, desconfiança. O impacto da crise no país é “brutal”, na avaliação do economista Paul Singer.

– O grau de redução da atividade econômica é muito maior lá fora. Não obstante, de um ponto de vista não comparativo, a partir do Brasil mesmo, o impacto está sendo brutal.

Leia a entrevista no Terra Magazine

Veja também

A antirreforma trabalhista: sem direitos e sem emprego | Miguel Rossetto

A nova reforma trabalhista é filha do golpe contra a democracia, a soberania nacional e os direitos do povo. Reduz o valor do trabalho e aumenta a exploração do trabalhador. Interrompe o ciclo virtuoso iniciado em 2003. Quer enfraquecer os sindicatos, acabar com direitos trabalhistas, dificultar o acesso à Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook