Home / Conteúdos / Artigos / Justiça Cível condena médico e hospital

Justiça Cível condena médico e hospital

Em sentença do poder judiciário do Estado do Rio Grande do Sul, segunda vara cível (primeiro juizado), a juiza Rosane Wanner da Silva Bordasch condenou o médico e o Hospital Mãe de Deus pelas mortes da companheira Vânia e do seu filho Cauê.

Acompanhe o caso no Blog do companheiro Marcelo Branco

Veja também

A antirreforma trabalhista: sem direitos e sem emprego | Miguel Rossetto

A nova reforma trabalhista é filha do golpe contra a democracia, a soberania nacional e os direitos do povo. Reduz o valor do trabalho e aumenta a exploração do trabalhador. Interrompe o ciclo virtuoso iniciado em 2003. Quer enfraquecer os sindicatos, acabar com direitos trabalhistas, dificultar o acesso à Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook