Notícias
Home / Conteúdos / Artigos / Leon Trotsky: Revolução e contrarrevolução na Alemanha | Carlos Henrique Árabe

Leon Trotsky: Revolução e contrarrevolução na Alemanha | Carlos Henrique Árabe

O livro ” Revolução e contrarrevolução na Alemanha” já se encontra disponível no site da Perseu Abramo. Confira a nota de abertura do livro escrita pelo diretor da fundação, Carlos Henrique Árabe:

Trotsky no Brasil

A iniciativa da Editora da Fundação Perseu Abramo de publicar Revolução e Contrarrevolução na Alemanha, de Leon Trotsky, contém grande significação histórica e mérito editorial.  A edição que ganha luz novamente foi organizada por Mario Pedrosa nos anos 1930. E, na verdade, teve um papel fundamental ao contribuir com o debate teórico marxista no Brasil.  Buscava ler os acontecimentos nacionais à luz da compreensão dos acontecimentos mundiais. E sob essa visão construir uma prática coerente. Cinquenta anos depois, Mario Pedrosa foi o primeiro a assinar a ata de fundação do Partido dos Trabalhadores (PT).

Trotsky se propôs a desvendar o surgimento do nazismo e, ao mesmo tempo, conceber os meios para esmagá-lo. Firmou a noção de momento histórico preciso para enfrentar um inimigo que não pode ser subestimado. No entanto, o maior erro histórico é considerá-lo imbatível.

Para esse fim, empreendeu esforços para compreender os antagonismos de classe em um período de profunda crise do capitalismo e suas instituições, na Alemanha e no mundo. Sua conclusão nos leva à atualização da clássica ideia, desde Marx, de que a democracia só pode ser defendida de forma coerente e efetiva pela classe dos explorados e exploradas. É, a partir daí, que a defesa da democracia no presente ganha a perspectiva socialista e o potencial de hegemonizar a sociedade.

A coleção Outras artes de Mario Pedrosa ganha, portanto, seu volume inaugural. Além do brilhante trabalho de organização e do prefácio de Mario Pedrosa, conta com a introdução, notas históricas, acréscimo de escritos complementares de Trotsky e aperfeiçoamento da tradução primorosamente realizados pelo historiador Dainis Karepovs.

O segundo e terceiro volume, atualizados com o mesmo rigor, virão compor essa trilogia de obras de Leon Trotsky editadas por Mario Pedrosa e seus camaradas. O segundo, A Revolução Espanhola, foi publicado em 1931. E o terceiro trará escritos sobre a União Soviética (O plano quinquenal e Os problemas do desenvolvimento da URSS – ambos publicadas em 1931 – e O que é a revolução de outubro, publicada em 1933).

A Fundação Perseu Abramo e a Editora Veneta, parceiras neste projeto, oferecem aos leitores e leitoras uma obra de qualidade compatível com a qualidade da obra.

Para ter acesso ao livro, clique AQUI.

Carlos Henrique Árabe – Diretor da Fundação Perseu Abramo.

Veja também

Quando os caranguejos mudaram a música | Bernardo Cotrim

“Da lama ao caos”, álbum clássico de Chico Science e Nação Zumbi, completa 30 anos sem perder o brilho.

Comente com o Facebook