Home / Conteúdos / Artigos / Lula na ONU: a comunidade mundial quer o regresso de Zelaya ao poder

Lula na ONU: a comunidade mundial quer o regresso de Zelaya ao poder

Leia nota publicada no periódico mexicano La Jornada, sobre discurso do presidente Lula na assembleia geral da ONU, no qual ele abordou a situação do golpe de Estado em Honduras.

A comunidade internacional quer que o presidente deposto de Honduras seja restabelecido “imediatamente ao poder, disse na ONU o presidente basileiro Luiz Inácio Lula da Sila. “A comunidade internacional pede que Zelaya regresse imediatamente a presidência de sue país”, disse Lula na Assembléia Geral da ONU, em que foi o primeiro orador do debate geral.

Lula acrescentou que a comunidade internacional “deve permanecer alerta para assegurar-se da inviolabilidade da missão diplomática brasileira na capital de Honduras”. Na oportunidade, o presidente brasileiro advertiu que, “a menos que exista vontade política, vamos presenciar outros golpes como o que depôs o presidente constitucional de Honduras.

(La Jornada)

Veja também

O que fazer? Construir e defender nosso modelo de relações de trabalho | Antônio Vicente e Miguel Rossetto

Entre as iniciativas do governo, o fim da política de valorização do salário mínimo, a apresentação da MP 881, convertida na chamada Lei da Liberdade Econômica e a MP 905, de novembro de 2019, anunciada cinicamente como um programa de emprego “verde e amarelo”, são em realidade textos de destruição de direitos trabalhistas, de limitação na fiscalização do trabalho e restrições as atividades do MPT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook