Home / Temas / Brasil / “Números do emprego não são bons neste ano”

“Números do emprego não são bons neste ano”

2630755Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, Miguel Rosseto, Ministro do Trabalho e Previdência Social, fala sobre as políticas que estão sendo desenvolvidas para sustentar empregos no país, neste período de retração.

O ministro denomina como irresponsável a iniciativa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, de abrir processo de impeachment contra a presidenta Dilma. “Trabalhamos para que num curto prazo essa irresponsabilidade, essa aventura, seja derrotada. Os nossos governos são julgados a partir dos mandatos de quatro anos. É inaceitável uma tentativa de buscar o poder sem o voto popular, isso é golpe”, afirmou Rossetto na entrevista.

Sobre a manutenção da política de valorização do salário mínimo, Miguel Rossetto é taxativo: “Não há no governo nenhuma hipótese de adiarmos o reajuste do salário mínimo e, ao mesmo tempo, não há hipótese de retirarmos o salário mínimo como piso previdenciário”.

Clique aqui para ler a íntegra da entrevista

Veja também

Niterói: quem comemora a tragédia? Quem comemora a morte? | Jordana Dias

De qualquer forma, surpreende como políticos tentam fazer uso do caso para se projetar, comemorando o desfecho. Independente de possíveis divergências políticas, o que ocorreu hoje de manhã foi uma tragédia: pessoas devem estar traumatizadas, com medo; uma outra família deve estar chorando a perda de um ente. O caso escancara uma sociedade violenta e doente que comemora a morte ao vivo em rede nacional. Isso não é algo a ser comemorado. Vergonha que governantes assim o façam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook