Notícias
Home / Conteúdos / Artigos / Outra vez o copo meio cheio e meio vazio | Lúcio Costa

Outra vez o copo meio cheio e meio vazio | Lúcio Costa

Reflexões Sobre as Eleições Presidenciais de 2022.

Um artigo de fôlego sobre o processo eleitoral e o novo período que se inaugura. Essa é a proposta da análise elaborada pelo advogado gaúcho Lúcio Costa, que é diretor da Associação de Juristas Pela Democracia – AJURD. Numa homenagem à memória do militante internacionalista Gustavo Codas, o título recorre à expressão frequentemente usada por este e suas análises sobre a conjuntura na América Latina.
“Outra vez o copo meio cheio e meio vazio” situa o cenário brasileiro desde o golpe de 2016, perpassando os quatro anos de autoritarismo e flerte com o fascismo do governo Bolsonaro. De forma corajosa, elenca todas as ilegalidades escancaradas durante o processo eleitoral, como o uso da máquina pública pelo presidente, governadores e prefeitos; o abuso do poder econômico de setores golpistas do empresariado; como o assédio eleitoral explícito em crescimento exponencial no segundo turno das eleições.
Mas, para além desse lado “meio vazio”, o autor descortina a esperança expressa no programa de governo de Lula, seja na carta ao Brasil do futuro, seja em seu discurso da vitória. Ambos apontam para um reencontro do Brasil com o povo brasileiro. Os 60 milhões de votos obtidos por Lula no segundo turno revelaram que, à revelia de todas pressões e opressões, os milhares de trabalhadores e trabalhadoras – empregados, subempregagos, informalizados, precarizados ou desempregados – formam, como cantou João Gilberto, “um pouco de uma raça, que não tem medo de fumaça ai, ai, e não se entrega não”.

Leia o artigo completo clicando AQUI.

 

Veja também

 Carta de Berlim: a guerra e o Velho Diabo | Flávio Aguiar

“A mais fantástica das artimanhas do diabo é a de vos convencer de que ele …

Comente com o Facebook