Em destaque

É tempo das Margaridas seguirem em marcha | Ana Priscila Alves

Desde a revolução de 1917, passando pela resistência das curdas por seus territórios, até a oposição ao autoritarismo de Bolsonaro, as mulheres têm sido o pontapé e a linha de frente das construções da classe trabalhadora em todo o mundo. Aqui no Brasil, uma dos principais instrumentos de luta que …

Leia mais »

Niterói: quem comemora a tragédia? Quem comemora a morte? | Jordana Dias

De qualquer forma, surpreende como políticos tentam fazer uso do caso para se projetar, comemorando o desfecho. Independente de possíveis divergências políticas, o que ocorreu hoje de manhã foi uma tragédia: pessoas devem estar traumatizadas, com medo; uma outra família deve estar chorando a perda de um ente. O caso escancara uma sociedade violenta e doente que comemora a morte ao vivo em rede nacional. Isso não é algo a ser comemorado. Vergonha que governantes assim o façam.

Leia mais »

Uma tragédia não é gol! | Bernardo Cotrim

Witzel não comemorava a morte do sequestrador e a libertação dos reféns; comemorava a chance de poder defender a política que, na última semana, matou gente até em ponto de ônibus. Jovens com mochila e material escolar, uma promessa da base do América, uma mãe de família… trabalhadores e estudantes pobres e negros.

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

novembro, 2019

  • 16 novembro

    O continente dos caminhos que bifurcam | Ariel Navarro

    O mundo é um ferro quente e disso se trata tudo, amor, dos labirintos só se sai por cima. O mundo de hoje.  (Fito Páez)  Nos primeiros dias de novembro, nos arredores de uma prisão em Curitiba, milhares de brasileiros que estavam lá por mais de 500 dias, se fundiram …

    Leia mais »
  • 16 novembro

    Sobre a Bolívia | Marília Closs

    Algumas lições devem ser entendidas do processo. Num primeiro momento, depois das eleições do dia 20, múltiplos movimentos, críticas e demandas a Evo Morales e ao Movimiento al Socialismo tomaram as ruas na Bolívia. Em meio a isto, os comitês cívicos – sobretudo de Santa Cruz, Potosí e La Paz …

    Leia mais »
  • 15 novembro

    Fora Bolsonaro? Sim | Waldemir Catanho

    “A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. O que Deus quer é ver a gente aprendendo a ser capaz de ficar alegre a mais, no meio da alegria, e inda mais alegre ainda no …

    Leia mais »