Em destaque

Estaremos nas ruas, somos resistência! | Vanessa Gil e Cláudia Prates

Vanessa Gil e Cláudia Prates, da Marcha Mundial das Mulheres do Rio Grande do Sul, fazem um diagnóstico preciso sobre os discursos da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos: "Damares não é insana. Ela não é ignorante sobre o que fala, muito pelo contrário. Ela é uma estrategista e não está fazendo apenas cortina de fumaça. Está sim escancarando o pensamento conservador que assola o Brasil e seu crescente fanatismo religioso."

Leia mais »

Das lutas pela terra, há 35 anos nascia o MST | Antonio Alonso

Em 21 de janeiro de 1984, o 1° Encontro Nacional dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, em Cascavel (PR), reunia centenas de representantes de camponeses, sindicatos rurais e movimentos sociais do campo, com apoio da Pastoral da Terra da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Ao final do encontro, foi criado o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), que em pouco tempo viria a se tornar uma das mais importantes organizações sociais do país, com reconhecimento internacional.

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

agosto, 2019

  • 10 agosto

    Os evangélicos norte-americanos e a política (I) | Regis Moraes

    Ela vem de longe. Mas uma semente nova foi plantada lá nos anos 1930. E daí uma flor estranha vingou em solo norte-americano, para depois se espalhar pelo mundo. Atravessou por várias fases e reencarnou diversas vezes. Nas últimas décadas do século assumiu uma feição nova e vibrante – gerando …

    Leia mais »
  • 7 agosto

    Carta aos petistas | Avante, Democracia Socialista e Militância Socialista

    A todas e todos petistas O governo de ultradireita que usurpou a presidência da república do Brasil é resultado de um golpe. Golpe que se deu em três fases: impedimento da presidenta Dilma, prisão de Lula e interdição de sua candidatura presidencial e eleição fraudulenta de Bolsonaro. Agora tentam alinhar …

    Leia mais »
  • 6 agosto

    A esquerda e a encruzilhada do Fora Bolsonaro | Erick Kayser

    Antes de mais nada, preciso deixar nítido que se parte aqui da premissa que o Brasil não está mais sob uma democracia. Não estamos (ainda) em uma ditadura e a “velha” democracia – aquela celebrada na redemocratização com a Constituição de 1988 – não está formalmente morta. Contudo, mesmo não …

    Leia mais »