Home / Conteúdos / Artigos / Participação popular impulsiona governos do PT

Participação popular impulsiona governos do PT

Araraquara e Caxias mostram efeitos da democracia participativa.

op2003extremosul7_site
Nas mãos da população. Votação durante plenária do Orçamento participativo no Rio Grande do Sul

Araraquara, no interior de São Paulo, e Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, fizeram do orçamento participativo e dos instrumentos de participação popular a sua principal estratégia para promover mudanças na qualidade de vida da população. A inversão de prioridades trazida pelo OP proporcionou conquistas como o pleno acesso a água na cidade gaúcha ou a melhoria do sistema de saúde do município do interior paulista.

Em entrevistas ao Democracia Socialista, os prefeitos Edinho Silva, de Araraquara, e Pepe Vargas, de Caxias do Sul, contam como a opção pela democracia participativa fez as duas cidades conseguirem avanços significativos nas políticas sociais e de desenvolvimento.

 

Veja também

A antirreforma trabalhista: sem direitos e sem emprego | Miguel Rossetto

A nova reforma trabalhista é filha do golpe contra a democracia, a soberania nacional e os direitos do povo. Reduz o valor do trabalho e aumenta a exploração do trabalhador. Interrompe o ciclo virtuoso iniciado em 2003. Quer enfraquecer os sindicatos, acabar com direitos trabalhistas, dificultar o acesso à Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook