Home / Conteúdos / Notícias / PT de Fortaleza reafirma oposição a Roberto Claudio

PT de Fortaleza reafirma oposição a Roberto Claudio

416048Nota Oficial do Diretório Municipal do PT de Fortaleza

O Diretório Municipal do PT, reunido no dia 22 de novembro de 2012, considerando:

Os 576.435 votos recebidos pelo candidato do PT, o companheiro Elmano de Freitas, que demonstram a força política do projeto e das propostas do partido para a cidade;

Que diante do cenário montado pela coligação adversária no domingo 28 de outubro, a partir de um fortíssimo esquema baseado no abuso de poder econômico e nos mais diversos crimes eleitorais praticados em toda a cidade, em escala jamais vista em pleitos anteriores, nossa imensa votação superior a meio milhão e votos atesta, na verdade, uma importante vitória política do PT e do projeto democrático e popular representado pelo nosso Governo;

Que desde as primeiras horas do domingo nosso partido tem recebido centenas de  denúncias e provas das mais diversas irregularidades que comprometem definitivamente a legitimidade do resultado eleitoral, nos impondo, bem como ao nosso candidato, a responsabilidade ética de sermos porta-vozes da indignação dos milhares de fortalezenses, eleitores da nossa coligação ou da coligação adversária, nos posicionando perante a opinião pública e no âmbito do poder judiciário, no sentido de denunciar a ilegitimidade do resultado eleitoral e solicitar as devidas providências por parte da Justiça Eleitoral;

O arco de alianças construído pelo candidato adversário que reuniu em torno de si a representação de projetos políticos e antagônicos ao construído pelo PT e pelas forças populares, como o DEM, e que ora apresentam para conduzir conjuntamente o novo governo.

Resolve:

1.   Em sintonia com as posições já expressas publicamente pelo nosso candidato e partidos aliados, acompanhar de maneira militante o questionamento judicial à lisura do pleito que ficou comprometida pelas práticas da candidatura adversária.

2.   O Diretório Municipal do PT, sua bancada de Vereadores e seus militantes, coerentes com a disputa de projetos e as visões distintas da cidade e de métodos políticos explicitados durante a campanha neste segundo turno, assume desde já a oposição vigilante ao governo Roberto Cláudio em Fortaleza.

Orienta:

1. Que o PT mantenha a sua autonomia política, se opondo às propostas que não se adequem ao seu programa político ou às políticas públicas que não invistam na superação dos déficits sociais da cidade. Que nossa forma de atuação na Câmara Municipal de Vereadores ou nos movimentos sociais, investira no debate franco e aberto, na proposição de ideias e projetos, com uma visão democrática, progressista e participativa e que, sendo autônomo, se dispõe em pactuar acordos em torno dos interesses comuns da cidade.

Diretório Municipal de Fortaleza

 

Fortaleza, 22 de novembro de 2012.

Veja também

Em Tempo: um jornal para enfrentar a ditadura de modo contundente | Lucas Estanislau

Publicação que surgiu como uma dissidência do jornal Movimento passou a ser um veículo de tendência interna do Partido dos Trabalhadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook