Notícias
Home / Conteúdos / Artigos / PT-MG DENUNCIA RACISMO CONTRA VEREADORA MOARA SABOIA

PT-MG DENUNCIA RACISMO CONTRA VEREADORA MOARA SABOIA

O Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais denuncia mais um crime de racismo. Desta vez, a vítima de ódio e preconceito foi a vereadora Moara Saboia, de Contagem, eleita para dar voz e lutar pelas mulheres, jovens, negras e negros. O fato aconteceu na última terça-feira, 20 de abril, durante a transmissão pelas redes oficiais da Câmara Municipal de uma reunião plenária das (os) parlamentares.

O assunto em pauta era a votação de dois Projetos de Lei que qualificam templos religiosos e academias como atividades essenciais. Moara foi a única vereadora que se posicionou contra. Ela pediu consciência neste momento, responsabilidade coletiva, solidariedade e política comprometida com a vida de toda população. Defendeu a ampliação do auxílio-emergencial para R$ 600 e a criação da renda básica de cidadania.

Mas a Internet se tornou cada vez mais o esconderijo dos racistas. No submundo das entrelinhas dos comentários da transmissão online, os criminosos se sentiram confortáveis para agredir, destilar frases machistas, misóginas e racistas, atacar a cor da pele e os traços negros da vereadora Moara.

A intolerância é fruto de uma sociedade doentia. Não iremos aceitar que a violência seja tida como resposta razoável à discordância política, isso jamais pode ser naturalizado. O enfrentamento a toda forma de opressão é uma tarefa diária e está na seiva da nossa militância. Por isso, o Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais presta sua total e inteira solidariedade a esta jovem representante de um novo tempo para a política não apenas de Contagem, mas de todo o Brasil. Moara é resistência.

A vereadora já registrou um boletim de ocorrência na 3ª delegacia de polícia civil de Contagem e todos os comentários estão guardados como prova. O departamento jurídico, tanto do PT quanto do seu mandato, já está também empenhado em encaminhar todas as medidas possíveis para denunciar e fazer cumprir a justiça diante do crime de racismo.

“Negro é lindo, negro é amor”, canta Jorge Ben. Moara não vai se calar e nós estaremos com ela!

Veja também

Como a ONU e o “capitalismo verde” atacam a soberania alimentar | Tica Moreno

As mulheres da Marcha Mundial das Mulheres, Amigos da Terra Internacional, FIAN e Via Campesina …

Comente com o Facebook