Home / Conteúdos / Notícias / Dilma, a candidata da juventude

Dilma, a candidata da juventude

1586353A vida dos jovens brasileiros melhorou nos últimos anos. Os governos Lula e Dilma criaram vários programas que aumentaram as oportunidades para a juventude, com mais empregos e mais educação.

A campanha da Dilma tem um canal direto com a juventude, com espaços colaborativos de intenso diálogo. O movimento jovem da campanha formulou e está lançando várias peças destinadas à juventude de todo o país. Além do documento com reflexões e propostas especificamente para os jovens estão sendo produzidos panfletos, folders, adesivos, bottons e bandeiras que abordam os interesses da juventude e os programas criados pela presidenta para melhorar sua vida.

MAIS EDUCAÇÃO

O investimento em educação passou de R$ 18 bilhões, em 2002, para R$ 112 bilhões, este ano. Crescimento de nada menos que 223%.

Dilma e Lula criaram 407 escolas técnicas, 18 universidades e 152 campi universitários.

O ProUni permitiu aos pobres cursarem universidades privadas. Juntamente com o FIES, mais de 3 milhões de jovens foram beneficiados.

Hoje, o Enem é reconhecido não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, como uma porta de entrada para o ensino superior. Quase 10 milhões de brasileiros se inscreveram no Enem este ano. O Enem foi muito importante para o aluno de escola pública entrar na universidade pública.

E vem muito mais por aí, pois Dilma definiu que 75% dos royalties do pré-sal e do pós-sal estão reservados para a educação.

MAIS EMPREGOS (E COM MAIS QUALIDADE)

Mais jovens estão no mercado de trabalho, pois foram beneficiados pela criação de programas de qualificação profissional. O Pronatec, criado por Dilma, até o fim deste ano terá 8 milhões de matriculados. A próxima etapa prevê mais 12 milhões. Com o Pronatec, o jovem tem acesso a mais de 500 cursos gratuitos para aperfeiçoar-se profissionalmente.

Com Dilma e Lula, foram criados 6 milhões de empregos com carteira assinada. Isso só foi possível porque o Brasil passou a encarar a economia de forma diferenciada, com o olhar voltado para quem trabalha. Antes, as crises econômicas no exterior eram enfrentadas com juro alto, desemprego e redução de salários. Dilma e Lula enfrentaram a maior crise econômica do mundo desde 1929 e, ainda assim, criaram milhões de empregos e mantiveram a política de aumentos reais para o salário mínimo.

MAIS INTERNET (E COM BANDA LARGA!)

Dilma já decidiu que vai ser prioridade do governo garantir o acesso à internet para todos os brasileiros.

A banda larga vai chegar a 90% das cidades brasileiras por meio da expansão da infraestrutura de fibras ópticas e equipamentos de última geração, o que vai permitir internet de alta velocidade e baixo custo, acessível a todos.

Artigo publicado em www.dilma.com.br

Veja também

“Os jovens entram no mercado de trabalho desempregados”, aponta sociólogo Anderson Campos em seminário da CUT-RS

A difícil realidade dos jovens no mercado de trabalho foi o assunto do seminário “Juventude …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook