Home / Conteúdos / Notícias / Intelectuais participam de fórum para discutir crise no Paraguai e referendar apoio a Lugo

Intelectuais participam de fórum para discutir crise no Paraguai e referendar apoio a Lugo

358893Um fórum internacional está programado para os próximos dias 14 e 15, sob o comando do grupo chamado Paraguai Resiste, para definir ações de apoio ao ex-presidente paraguaio Fernando Lugo. O encontro Soberania, Democracia e Participação ocorrerá em Assunção, capital paraguaia, e conta com as presenças de intelectuais brasileiros e estrangeiros. O ex-presidente foi destituído do poder, em 22 de junho, depois de um processo de impeachment durou menos de 24 horas.

“O fórum pretende estabelecer debates críticos na agenda do governo de fato, considerando retrocessos das políticas públicas garantidoras de direito. Também visa a coordenar ações de resistência pacífica e envolvimento em diferentes áreas políticas e organizações do território”, diz o texto publicado no site do grupo Paraguay Resiste.

Saiba mais sobre o Fórum aqui

O grupo Paraguai Resiste é formado por simpatizantes de Lugo que mantêm um site para discussão. Na página do grupo há espaço para manifestações pessoais, no link Microfone Aberto, e várias referências ao ex-presidente.

Políticos e grupos organizados discordaram da forma como o processo foi conduzido suspeitando que houve um rompimento com a democracia na região. Como impacto da destituição de Lugo do poder, o Paraguai foi suspenso temporariamente do Mercosul e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

A destituição de Lugo foi tema da última Cúpula Extraordinária do Mercosul, no dia 31, em Brasília. Na ocasião, a presidenta Dilma Rousseff e os presidentes Cristina Kirchner (Argentina), José Pepe Mujica (Uruguai) e Hugo Chávez (Venezuela) reiteraram a confiança nas eleições presidenciais, de abril de 2013 no Paraguai, e a suspensão do país até lá.

No fórum deverão ser debatidas questões referentes à segurança, à inclusão e proteção social, soberania nacional e reforma agrária, além de direitos interculturais e humanas da criminalização das lutas sociais. Pela agenda do fórum, participarão dos debates o escritor uruguaio Eduardo Galeano, o compositor também uruguaio Daniel Viglietti e teólogo e brasileiro Leonardo Boff.

Veja também

Em defesa da democracia em Pernambuco: recurso ao DN sobre a tática eleitoral

Membros da Comissão Executiva Nacional apresentam recurso ao Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores sobre a candidatura de Marília Arraes ao governo do Estado do Pernambuco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook