Home / Temas / Internacional / Frente Brasil Popular: Nota de apoio ao presidente da Venezuela Nicolás Maduro

Frente Brasil Popular: Nota de apoio ao presidente da Venezuela Nicolás Maduro

A Frente Brasil Popular, diante dos atentados à soberania nacional e à democracia da Venezuela por parte do governo dos Estados Unidos e do Brasil, manifesta seu apoio e solidariedade ao povo venezuelano. A Venezuela tem um presidente legitimamente eleito pelo voto popular, em 10 de maio de 2018 e se chama Nicolás Maduro.

É importante destacar que o papel do Brasil por sua história, características geográficas e territoriais, deve ser de auxiliar o país vizinho a cessar os conflitos internos, reestabelecer o equilíbrio, a paz e o crescimento econômico. Qualquer instabilidade do país afeta de forma majoritária a classe trabalhadora.

O sistema eleitoral para a escolha do presidente da Venezuela foi o mesmo utilizado nas eleições parlamentares de dezembro de 2015, nas quais resultou vencedora a oposição venezuelana. Na eleição em que Maduro foi eleito, em maio de 2018, o sistema automatizado passou por 18 auditorias todas acompanhadas pelo Conselho Nacional Eleitoral. Participaram da eleição 16 partidos políticos agregados em seis candidaturas: Nicolás Maduro, Henri Falcón, Javier Bertucci, Reinaldo Quijada, Francisco Visconti Osorio e Luis Alejandro Ratti (os dois últimos decidiram se retirar).

Não é de hoje que o povo venezuelano resiste às tentativas de intervenção daqueles que querem usurpar o seu petróleo e as suas forças de trabalho. Em um tempo mais recente, precisamente em 2002, os representantes dos Estados Unidos já fizeram ação parecida em que o povo saiu vitorioso.

Novamente sairá vitorioso. O futuro de um país governado a partir de Washington será fadado a ser um país miserável, sem independência e soberania.

São Paulo, dia 23 de janeiro de 2019.

Frente Brasil Popular

Veja também

VI Conferência da CSD | Derrotar o governo Bolsonaro e construir o sindicalismo do futuro

A Coordenação Nacional da CSD – CUT Socialista e Democrática, corrente de militantes sindicais, orgânica à CUT – Central Única dos Trabalhadores, convoca toda sua militância a engajar-se no processo de reflexão e debate da VI Conferência Nacional da CSD que acontecerá nos dias 13 a 15 de setembro de 2019, após a realização das respectivas conferências estaduais e debates setoriais e dos ramos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook