Notícias
Home / Temas / Internacional / Abertura da Jornada Latino-Americana destaca a unidade entre os povos

Abertura da Jornada Latino-Americana destaca a unidade entre os povos

A Jornada Latino-Americana e Caribenha de Integração dos Povos teve início nesta quarta, 22, com a representação de 26 países. A conferência de abertura destacou, nas falas dos participantes,  o chamado a unidade dos povos com respeito à diversidade.Integrante da Marcha Mundial das Mulheres, Bernadete Esperança defendeu que “a nossa unidade tem que ter por objetivo superar as nossas desigualdades, pois só seremos capazes de vencer o imperialismo se formos capazes de reconhecermos a nossa diversidade, os aportes teóricos, práticos e de luta que todas nós temos para colocar”. Marílin Peña (CMMLK y MAR), de Cuba, emocionou os participantes com o convite: “Vamos pensar juntos e juntas em como fazer deste mundo um lugar mais bonito e feliz para nossa gente. Porque isso, ao final, é o sonho do socialismo: socializar o poder e que as pessoas sejam muito mais felizes!”

Foto: Alessandra Oshiro Ceregatti

Em nome da CSA, Rafael Freire chamou à unidade dos trabalhadores e trabalhadoras nos diferentes países da América Latina e do Caribe. “Aqui queremos construir uma democracia participativa e que o povo organizado possa ter influência nos rumos dos nossos países. Os mais de três mil militantes aqui presentes vão sair daqui no sábado unidos para construir a cooperação e a integração entre nós, os movimentos sociais, sindicais e populares. Aqui, neste plenário, todos e todas somos sindicalistas, todos e todas neste plenário somos camponeses, somos ambientalistas, somos feministas, somos estudantes, somos povos originários. Não nos venham colocar nenhuma diferença entre qualquer movimento destes porque nós não aceitamos.Nós somos o mesmo povo lutador que atuamos em áreas diferentes. E esta é a síntese que vamos construir nesta jornada, que vamos sair daqui atuando braço a braço, unidos, porque nós podemos ter nossas diferenças, mas aqui não tem nenhum inimigo”.

Foto: Janaína Meazza


A Jornada Latino-Americana segue até o dia 24, no Centro de Convenções de Foz do Iguaçu, no Paraná. Na manhã desta sexta-feira, acontece a  conferência “Desafios da integração latino-americana e caribenha (diálogo com partidos políticos, parlamentos, governos e movimentos)”, com início às 9h. No início da  tarde serão realizadas mesas simultâneas e às 15h a plenária final que aprovará o documento da Jornada. Às 19h30min será realizado um ato político com a presença de diversas autoridades, entre as quais, o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica. E a partir das 21h30min tem o encerramento da jornada com um ato cultural.

Veja também

Paineis reúnem especialistas para explicar avanço da extrema-direita no mundo | Henrique Nunes

Iniciativa do Centro de Análise da Sociedade Brasileira da FPA, o CASB, terá quatro mesas …

Comente com o Facebook