Home / Conteúdos / Artigos / Bush diz que agora tem uma ‘Agenda Social'(!) para América Latina

Bush diz que agora tem uma ‘Agenda Social'(!) para América Latina

A advogada venezuelana-estadosunidense Eva Golinger mostra a falsidade por trás da ‘agenda social’ com que o governo Busch anuncia sua intenção de retomar a iniciativa política na América Latina. Também em resposta ao desafio da revolução cubana de 1959 (e ao não conseguir derrubá-la) o governo yankee da época (J.F.Kennedy) lançou a ‘Aliança para o progresso’ com promessas sociais (incluindo fazer a ‘reforma agrária’) que não foi senão um complemento da estratégia imperialista de responder as lutas populares daquele período com a instalação de ditaduras militares por todo o continente.

Leia o artigo na página de INPRECOR América Latina (em espanhol)

Veja também

As eleições 2018 e a renovação da esperança sul-americana | Mateus Mendes de Souza

Apenas a eleição de Lula e do PT poderá devolver aos trabalhadores e trabalhadoras sul-americanos a perspectiva de retomar uma trajetória de desenvolvimento social e econômico inclusivos. Somente isso poderá impedir que a América do Sul seja devolvida à condição de colônia com o requinte de crueldade da (re)instituição da escravidão moderna. Esta é a responsabilidade que está nas mãos da militância não só do PT, mas de todos os brasileiros que querem que um mundo justo seja construído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook