Home / Conteúdos / Artigos / Cobertura das Conferências Estaduais

Cobertura das Conferências Estaduais

DS Tocantins realiza sua primeira conferência

No último dia 16, na Câmara de Vereadores de Palmas, foi realizada, pela primeira vez, uma conferência estadual da Democracia Socialista no Tocantins. A conferência marcou um novo momento, de maior organização e boas perspectivas de crescimento da tendência no estado.

Participaram cerca de 50 militantes de diversas cidades. São militantes inseridos em movimentos do campo, de moradia, estudantil e de mulheres. Também contamos com o vereador Bismarque, em Palmas, e temos presença da Secretaria de Desenvolvimento Urbano deste mesmo município, que é, atualmente, governado pelo PT.

A Conferência contou com uma mesa de apresentação da corrente, de conjuntura nacional e local, e também discutiu ponto a ponto o anteprojeto de resolução nacional. Após eleger uma coordenação estadual e definir a delegação tocantinense à conferência nacional, os debates se encerraram em clima de confraternização.

Paraná: um novo momento para a DS

A Conferência da DS no Paraná foi aberta no dia 22, na sede do Diretório Estadual do PT, com um debate que contou com a participação da companheira Gleisi Hoffmann, presidenta estadual do partido, e com a presença de diversos convidados e convidadas de movimentos sociais. A sessão de abertura foi dedicada aos 30 anos da DS e contou com a exposição do companheiro Carlos Henrique Árabe. Os companheiros Lemos (sobre conjuntura estadual) e Dr. Rosinha (sobre conjuntura internacional e nacional) apresentaram contribuições importantes para o debate.

Nos dois dias seguintes, o tempo foi dedicado à discussão do anteprojeto nacional, com plenárias e discussões em grupo. Um fato marcante foi a integração de um conjunto de companheiras e companheiros à tendência, com destacada presença de jovens, mas também de militantes experientes de diversas regiões do estado. Esse fato reforçou a necessidade da formação permanente e a retomada do nosso jornal.

A conferência da DS Paraná abre um novo período na construção da tendência no estado, com mais contribuições ao PT. A participação no PED foi destacada como momento privilegiado para a retomada do movimento Mensagem ao Partido e para a construção simultânea de uma nova direção partidária e de um projeto do PT para o estado.

Conferência marca consolidação da DS em Minas

A conferência estadual da DS de Minas Gerais ocorreu entre os dias 22 a 24 de maio, e marcou a reorganização da tendência no estado após a integração de diversos agrupamentos. Estiveram presentes mais de 100 pessoas de quase todas as regiões do estado.

A abertura da conferência ocorreu na noite do dia 22, com um ato de apoio à candidatura do ministro Patrus Ananias ao governo de Minas. Além do ministro, compuseram a mesa de abertura o deputado federal Gilmar Machado, a candidata do PT à prefeitura de Juiz de Fora, professora Margarida Salomão, e o professor da UFMG e membro da direção nacional da DS Juarez Guimarães.

Os debates se concentraram no anteprojeto de resolução nacional, nos 30 anos da DS (com uma emocionante explanação do companheiro Juarez) e na construção da tendência no estadoAo final dos trabalhos, o sentimento era de que a DS sai de sua conferência estadual com muita unidade e com mais força para enfrentar os desafios que estão colocados para o próximo período.

DS do Ceará realiza IX Conferência Estadual

A IX Conferência Estadual da Democracia Socialista do Ceará aconteceu entre os dias 29 e 31 de maio, em Fortaleza.

A solenidade de abertura contou com a participação de diversos militantes da corrente na capital e no interior do Estado, além dos presidentes estadual e municipal do Partido dos Trabalhadores, do companheiro Carlos Henrique Árabe (direção nacional da DS), além de vereadores, representantes da CUT-CE e demais apoiadores.

Nos dois dias seguintes, cerca de 120 militantes participaram dos debates acerca dos anteprojetos nacional e estadual e aprofundaram o debate sobre o papel decisivo da DS na reafirmação de uma cultura socialista democrática no PT. A Conferência também foi marcada pela integração de novos companheiros e companheiras ao grupo, entre jovens e militantes de movimentos sociais e populares.

A prefeita Luizianne Lins também participou da Conferência. Ela apresentou um balanço das ações positivas do nosso projeto político em curso na cidade e ressaltou a necessidade de avançarmos no enfrentamento às forças neoliberais que ainda persistem em nosso estado.

SP já tem nova conferência agendada

Em São Paulo, a conferência estadual foi integralmente dedicada às discussões nacionais, com eixo no anteprojeto de resolução da IX Conferência. A mesa de abertura foi composta pela companheira Nalu Faria, coordenadora da Marcha Mundial das Mulheres, e pelo companheiro Eduardo Tadeu Pereira, prefeito de Várzea Paulista. Ambos integram a coordenação nacional da DS. O tema do debate era “A crise internacional e a luta pela superação do neoliberalismo”.

Novos companheiros e companheiras formalizaram sua integração à DS nessa conferência. São militantes de diversas regiões do estado e de diferentes frentes de atuação.

Subsidiados por uma discussão rica, os presentes à conferência debateram o anteprojeto e organizaram propostas de emendas. Além dos encaminhamentos habituais, de eleição de delegação à Conferência Nacional, por exemplo, a Conferência Estadual da DS SP decidiu por convocar uma conerência extraordinária, com a tarefa de aprofundar as elaborações da tendência sobre a disputa política no estado, o papelo do PT e a organização da DS. Essa conferência se realizará dia 26 de julho, quando também se renovará a coordenação estadual da tendência.

Distrito Federal realiza sua conferência

A Conferência do Distrito Federal foi realizada no sábado, dia 30. O evento contou com a presença do Ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, na sua abertura. Em seguida, o texto-base foi apresentado pela companheira Arlete Sampaio, Secretária-Executiva do Ministério do Desenvolvimento Social e membro do Diretório Nacional do PT. Após um  proveitoso debate, foram aprovadas algumas sugestões de emendas.

Também foi feito um debate sobre o texto-base e a conjuntura locais. Para isso, além de Arlete Sampaio, contribuiu o companheiro Paulo Tadeu, Deputado Distrital, e atualmente em processo de debate e aproximação com a corrente. A discussão frisou a importância do fortalecimento do PT no Distrito Federal, com candidatura própria para o governo, e combate aos projetos de direita representados tanto pelo neoliberal Arruda (DEM), quanto pelo coronelismo de Roriz (PMDB). Foram apontadas as tarefas para próximo período: fortalecer a Mensagem ao Partido no DF e organizar nossas candidaturas proporcionais e majoritárias.

Veja também

A antirreforma trabalhista: sem direitos e sem emprego | Miguel Rossetto

A nova reforma trabalhista é filha do golpe contra a democracia, a soberania nacional e os direitos do povo. Reduz o valor do trabalho e aumenta a exploração do trabalhador. Interrompe o ciclo virtuoso iniciado em 2003. Quer enfraquecer os sindicatos, acabar com direitos trabalhistas, dificultar o acesso à Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook