Notícias
Home / Cultura / Coleção Paul Singer tem terceiro volume sobre desenvolvimento e política

Coleção Paul Singer tem terceiro volume sobre desenvolvimento e política

Organizado por André Singer, Helena Singer e Suzana Singer, “Desenvolvimento e política: Reflexões sobre a crise dos anos 1960”, de Paul Singer, compõe o volume 3 da coleção de obras do autor editada em parceria pela Editora Unesp e pela Editora da Fundação Perseu Abramo.

De acordo com Carlos Henrique Árabe, diretor da FPA responsável pela editora, “assim como os demais, ilustra e permite a inserção de Paul Singer entre os grandes pensadores do Brasil. Mais do que isso, sua contribuição intelectual é fundamental para a formulação de antecedentes teóricos dos movimentos socialistas que se desenvolvem no Brasil nos anos 1960 e na virada entre os anos 1970 e 1980 do século 20”.

Segundo Paul Singer, “compreender criticamente o desenvolvimento, enquanto processo constitutivo de uma economia capitalista, só é possível na medida em que o observador se coloca do ponto de vista de um sistema que supera as contradições tanto da economia colonial quanto do capitalismo, isto é, do ponto de vista do socialismo.”

Em seu texto na orelha da publicação, Árabe afirma que “a contribuição de Paul Singer é precursora — e fundante — de um pensamento crítico ao capitalismo como horizonte da superação da economia dependente. Em um período histórico (do pós-guerra) hegemonizado pela superação do “atraso” e pela industrialização, Singer traça os limites da teoria desenvolvimentista capaz de apontar as barreiras estruturais ao desenvolvimento, mas incapaz de decifrar as contradições do desenvolvimento capitalista. E, de forma coerente, integra a crítica à modernização política sem revolução democrática, isto é, pela submissão das formas políticas das oligarquias às formas dos grandes grupos econômicos que emergem do desenvolvimento e que passam a disputar o comando da política (e do Estado).
Se podemos dizer que não há socialismo sem crítica radical do capitalismo e que não há socialismo sem crítica radical da política das classes dominantes, encontramos nesse volume a concretização dessas ideias no terreno das contradições econômicas e políticas do Brasil no decisivo período dos anos 1950 e 1960 do século 20”.

A coleção Paul Singer visa disponibilizar ao público uma seleção de trabalhos do autor, cuja obra se estendeu não somente a assuntos econômicos, mas relacionados à política, urbanismo, demografia, saúde e história, entre outros.

Via Fundação Perseu Abramo

Veja também

PT aprova resolução para distribuição de recursos do FEFC

Critérios para a distribuição dos recursos do FEFC seguirão dispositivos da Lei nº 9.504/97 e …

Comente com o Facebook