Notícias
Home / Destaques DS / DS promove debate sobre virada à esquerda

DS promove debate sobre virada à esquerda

Evento marca lançamento da Revista nº13 da tendência

Na próxima segunda, 8, às 18h, a tendência interna do PT, Democracia Socialista, lança a edição número 13 de sua revista. Para apresentar a publicação, a corrente política realiza um debate, com transmissão pelo seu canal no YouTube, com as participações de André Singer, Marilane Teixeira e Arno Augustin, com mediação da jornalista Eliane Silveira. A revista tem como chamada principal a “necessária virada à esquerda”, apresentada no editorial, que aborda os limites impostos ao programa vitorioso nas eleições de 2022 pela política econômica: “nosso programa exige um movimento ativo, capaz de defender posições além daquelas que o governo consegue realizar. É um movimento para mudar a correlação de forças e não para subordinar-se a elas”.

Cientista político, jornalista e professor da USP, André Singer é autor do livro “Os sentidos do lulismo: reforma gradual e pacto conservador” (2012) e “Lulismo em crise” (2018), ambos publicados pela Cia das Letras. Economista, pesquisadora da Unicamp e professora da Clacso, Marilane Teixeira assina, junto com o professor Juarez Guimarães (UFMG), o artigo “Retomar já o caminho da esperança”, que integra a edição da revista.  Nas primeiras linhas do artigo, Marilane Teixeira e Juarez Guimarães vão direto ao ponto do debate que se propõem a fazer: “É preciso superar a subordinação negociada com o sistema de poder neoliberal, expressa no chamado Novo Arcabouço Fiscal, para realizar o programa eleito pelo governo Lula e atender aos anseios majoritários da população”. 

Também economista e ex-Secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin Filho assina o artigo “Caro é cuidar de rico”. Nele o autor, aponta que “a taxação dos super ricos passa necessariamente por taxar o local onde mais se concentra a riqueza improdutiva: no mercado financeiro”. Para ele, “o Presidente Lula tem criticado, corretamente, os juros altos. Estes implicaram em um pagamento de 776 bilhões de reais ao mercado financeiro pelos cofres públicos. Seria possível recuperar parte importante do que o governo paga para a especulação através da tributação”. 

Para assistir o debate: https://www.youtube.com/live/0trl6EFwpSU

Para ler a revista: https://bit.ly/RevistaDS13

Veja também

PT aprova resolução para distribuição de recursos do FEFC

Critérios para a distribuição dos recursos do FEFC seguirão dispositivos da Lei nº 9.504/97 e …

Comente com o Facebook