Notícias
Home / Temas / Internacional / Joaquim Soriano comenta o segundo turno das eleições na Colômbia

Joaquim Soriano comenta o segundo turno das eleições na Colômbia

A Colômbia pode eleger seu primeiro presidente de esquerda no próximo domingo (19). Pesquisas de opinião apontam empate técnico entre Petro e Hernández no 2º turno das eleições presidenciais. Nesta entrevista ao jornalista Paulo Moreira Leite, na TvPT, o secretário nacional de assuntos institucionais do partido, Joaquim Soriano, observador durante o primeiro turno, realiza um balanço das eleições e perspectivas para o segundo turno.

O candidato da centro-esquerda é Gustavo Petro. Senador desde 2018, ex-prefeito de Bogotá (2012-2015) e ex-deputado (1998-2006 e 1991-1994), ele iniciou sua trajetória na esquerda católica, influenciado pela Teologia da Libertação. Formado em Economia, durante a juventude foi militante do grupo guerrilheiro Movimento 19 de Abril (M-19).

Candidatos pela coalização Pacto Histórico, Petro e sua vice, a líder comunitária Francía Marquez, aglutinaram em torno da chapa os maiores partidos de oposição (Colômbia Humana, Polo Democrático Alternativo, Partido do Trabalho, Partido Comunista, União Patriótica, Comunes) e movimentos populares colombianos.

Com o slogan Cambio por la vida, o programa político do Pacto Histórico defende a Colômbia como potência mundial da vida, a partir de um novo contrato social baseado no bem viver, com toda a diversidade da nação. Esse processo marcaria o ingresso do país em uma era de paz, cuja a principal face é uma democracia multicolorida, expressão dos mandatos cidadãos, que torna a igualdade uma conquista e propõe uma organização da economia produtiva que gere riqueza baseada no trabalho e na proteção do bem comum.

Assista a entrevista:

Veja também

Lula sobe quatro pontos e pode vencer em primeiro turno, aponta pesquisa BTG/FSB

Enquanto Lula tem 45% das intenções de voto, todos os outros candidatos somam 46%. Levantamento …

Comente com o Facebook