Em destaque

Reforma sindical para ampliar a liberdade de organização!

A posição da CSD – CUT Socialista e Democrática. 1. Conjuntura política e intervenção cutista no tema da reforma sindical A CUT foi fundada em 1983 com a bandeira da luta contra a “estrutura sindical oficial” (a unicidade sindical, o imposto sindical, a prerrogativa do Ministério de Trabalho de intervir …

Leia mais »

Governo Lula conclui sua primeira privatização

Déjà vu. Venda de banco maranhense marca retomada do processo iniciado por FHC Por João Alfredo* O ano de 2003 trouxe vitórias importantes para os que lutam do lado dos trabalhadores. Exemplos disso são aprovação da medida provisória do setor elétrico, que devolveu ao Estado a capacidade estratégica de dirigir …

Leia mais »

CMS prepara mobilização por emprego

Na luta. Movimentos sociais querem massificar campanha até 1º de maio. A plenária da Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS) realizada em fevereiro preparou o plano nacional de mobilização para a campanha pelo emprego. Como elemento central da campanha está a reivindicação de mudança da atual política econômica. O planejamento definiu …

Leia mais »

Mudar a economia, mudar o país 2

Contribuição da chapa Um novo mundo é possível, um novo Brasil é urgente para a reunião do DN-PT de 17 e 18 de abril de 2004. 1- Para nortear o posicionamento do nosso partido, é importante identificar três imudanças na conjuntura do país que estão em processo. A primeira delas …

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

maio, 2019

  • 14 maio

    #15M: Greve nacional da educação deverá ser a maior de todos os tempos

    Para dirigentes sindicais do ramo da educação a mobilização extrapolou as categorias e contagiou estudantes e toda a sociedade. Essa ampla unidade em defesa da educação fortalece a luta dos trabalhadores em defesa dos seus direitos ameaçados pela Reforma da Previdência.

    Leia mais »
  • 14 maio

    A política anti-ambiental de Bolsonaro | Álvaro Alencar

    Por trás das aparentes políticas de conotação ideológica, os discursos ideológicos rasteiros contra minorias, ecologistas, índios, quilombolas, professores vagabundos, existe um interesse e uma determinação absolutamente capitalista: a mercantilização do mundo natural, visto apenas como reserva de valor e fonte de renda. A lógica da exploração dos humanos e da natureza para acelerar o ciclo de produção capitalista e rentabilizar o tempo: expandir, explorar, consumir.

    Leia mais »
  • 14 maio

    Margarida: cortes nas universidades ameaçam geração de emprego

    Deputada ressalta a importância que instituições têm para a economia de municípios menores. Parlamentares recriaram Frente pela Valorização das Universidades Federais.

    Leia mais »