Em destaque

Partido de Militância ou Partido Eleitoral? – Por um novo estatuto

Uma das razões da crise de identidade que o PT vive hoje decorre da reforma estatutária de 2001. O conjunto das alterações realizadas naquela oportunidade tende a transformar o Partido, cada vez mais, num partido eleitoral que abdica de sua organização de base em prol de uma dependência crescente aos …

Leia mais »

Um Mundo sem Racismo é Possível

1 – A Tendência Democracia Socialista e a Questão Racial O racismo surge no mundo como uma forma de garantir uma dominação política, social e econômica de um agrupamento étnico sobre outro. No caso do racismo em relação aos negros, este surge e ganha força em um período mercantilista, para …

Leia mais »

As armadilhas da razão sectária

Este texto é uma tentativa de dialogar criticamente com os fundamentos do documento “Contribuição ao debate para a Conferência Nacional da Tendência Democracia Socialista”. 1. A primeira pergunta que ressalta quando lemos o documento dos companheiros da DS é: por que lançaram mão do artifício de reproduzir os principais trechos …

Leia mais »

Emendas ao Texto Base

A luta contra o neoliberalismo: América Latina e Brasil ponto 2 – acrescentar ao final: Isso exige programa com propostas típicas de transição, mas, também, a recuperação da identidade política perdida nos últimos anos. Se o PT abdica de estar identificado com um conjunto de questões que lhe dêem nitidez: …

Leia mais »

Outras notícias e Artigos

junho, 2020

  • 19 junho

    O desafio de um programa transformador | Raul Pont

    Pensar e elaborar uma base comum programática para os mais de 5.500 municípios brasileiros, profundamente diferentes em suas condições de população socioeconômicas, meio ambiente e de formação histórico cultural é impossível, mas o que importa é o método e uma estratégia comum que o partido deve orientar. Nesse sentido, o esforço desta contribuição é assentar esta estratégia comum na concepção de radicalização democrática popular, com partidos aliados e movimentos sociais, através da participação popular direta e organizada na busca de nova governabilidade e legitimidade baseadas na democracia participativa.

    Leia mais »
  • 19 junho

    O silêncio e o crime | Pedro Tierra

    O silêncio e o crime (O silêncio é um crime) Meu nome                       É                                    George Floyd! I can’t breathe! In Minneapolis. Mas se …

    Leia mais »
  • 17 junho

    O golpe na Saúde | Sonia Fleury

    Da nomeação de um ministro-general, e de dezenas de militares despreparados, ao apelo à invasão de hospitais, Bolsonaro já praticou intervenção contra o ministério e o SUS. Trata-se, agora, de reunir condições para revertê-la A pandemia da covid-19 trouxe algumas “revelações” para o Brasil, que foi colocado diante do próprio espelho. …

    Leia mais »