Home / Conteúdos / Notícias / Plebiscito popular pela reforma do sistema político

Plebiscito popular pela reforma do sistema político

1597587EMIR SADER

1. Está convocado um plebiscito popular, entre os dias 1 e 7 de
setembro, por uma Assembleia Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.

2. No atual sistema político, as empresas financiam mais de 90% dos recursos das campanhas eleitorais, os eleitos são controlados pelos interesses delas e não dos cidadãos que votaram.

3. Como resultado disso embora sejam apenas 3% da população, os empregadores tem 49% dos representantes na Câmara dos Deputados. Enquanto que os empregados, embora sejam 61% da população, tem apenas 19% dos representantes. Os brancos, sendo 48% da população, tem 92% dos representantes. Os pretos e pardos, sendo 51% da população, tem apenas 8% dos representantes. Os jovens (até 34 anos) são 58% da população, mas apenas 7% no Câmara de Deputados. Os não jovens, de mais do que 34 anos, sao 42% da sociedade, mas tem 93% dos deputados. As mulheres sao 51% da população, mas tem apenas 8% da representação na Câmara, enquanto os homens, sendo 49% da população, tem 92%.

4. A media de gasto de campanha dos candidatos a deputado federal eleitos é de um milhão de reais. Em alguns estados, como São Paulo, o gasto chega a 4 milhões.

5. Esses gastos vem das empresas, que contam com um retorno no comportamento dos parlamentares no Congresso na defesa dos seus interesses. Só a Friboi tem 41 deputados e 7 senadores financiados na ultima eleição. Em 2012 as construtoras Andrade Gutierrez. Queiroz Galvão e OAS lideraram o ranking de doações privadas nas eleições municipais somando 18% do total doados por empresas.

6. Na eleição atual, entre os 25.329 candidatos, ha 3658 candidatos jovens, 7656 mulheres, 2335 negros, 2349 empresários, 189 latifundiários e apenas 24 trabalhadores rurais.

7. Estão travados nesse Congresso projetos importantes para o povo, como o da redução da jornada de trabalho para 40 horas sem redução dos salários. O da expropriação de terras, para efeito de reforma agrária, onde for flagrado trabalho escravo. O de salário igual para trabalho igual entre homens e mulheres.

8. O Plesbicito consulta a vontade do povo sobre a convocação de uma Assembleia Constituinte exclusiva e soberana para mudar o sistema político, terminando com o financiamento privado e instituindo o financiamento publico. Alem de promover o voto por lista, que fortalece os partidos, a cota de candidatos mulheres e jovens.

9. No ultimo dia de votação, 7 de setembro, se realizará o 20º Grito dos Excluídos, com manifestações de rua por todo o Brasil.

10. A Secretaria Nacional de coordenação do Plebiscito está situada na Rua Caetano Pinto 575, Brás, na cidade de Sao Paulo. Seu telefone é o 11-21089336. Seu e-mail: plebiscitoconstituinte@gmail.com. O facebook é o:facebook.com/plebiscitoconstituinte.

Artigo originalmente publicado em: www.cartamaior.com.br

Veja também

Feminismo de esquerda é tema de debate rumo ao encontro setorial de mulheres

Como parte de um processo coletivo e aberto de preparação para o Encontro Secretaria de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comente com o Facebook